Testemunho das bençãos recebidas (Salmo 9)

Eu Te louvarei, de todo o meu coração; contarei todas as Tuas maravilhas. Em Ti me alegrarei e cantarei louvores ao Teu Nome, ó Altíssimo (Salmo 9:1-2)

Neste Salmo o seu autor, o rei Davi, nos ensina a começar a nossa oração de súplicas louvando e bendizendo o nome do Senhor.

Inicialmente ele diz que “louvará de TODO o coração”. Isso significa inteireza de coração e de atitudes, porque MEIO coração não é TODO coração.

Assim como a vazilha que continha algum líquido mostra isso pelo cheiro ou pelo aroma ou pelo perfume, nossos lábios devem transmitir, continuamente, o que está em nossos corações: LOUVOR.

No texto relatado pelo evangelista Lucas, no capítulo 15, verso 8 e 9, o Senhor Jesus nos conta a história de uma mulher que tinha 10 moedas, e percebeu a falta de uma moeda. Essa mulher, então, revira toda a casa à procura da moeda que falta, até que a acha. Feito isso, a mulher CONVOCA  as suas vizinhas e dá uma festa, dizendo: “Venham alegrar-se comigo, porque achei a moeda que eu havia perdido”.

Por que não damos testemunho das bênçãos que recebemos? Por que não convidamos outros para ouvirem das bênçãos que recebemos e se alegrarem conosco? Talvez porque nos falta a certeza de que foi realmente uma bênção. Ou talvez tenhamos vergonha de compartilhar a bênção. Ou porque talvez porque as pessoas não vão acreditar em nossa história…

O Senhor Jesus, o nosso Mestre, nos ensina que sempre devemos compartilhar com as pessoas à nossa volta, aquilo que recebemos. Vejamos, por exemplo, o que diz o Senhor Jesus quando, à beira do túmulo de seu amigo Lázaro, ele ora ao nosso Pai: “Eu Te dou graças porque sempre me ouves. Eu bem sei que SEMPRE Tu me ouves. Mas, eu disse isso por causa da multidão que está aqui em volta de mim, para que CREIAM que Tu me enviaste” (João 11.41-42).

Veja aqui se você não tem motivos para testemunhar das bênçãos que tem recebido do Senhor, nosso DEUS:

Grande é o Senhor, e muito digno de louvor e Sua grandeza é impensável (Salmo 145.3)

Louvai ao Senhor pois a Sua verdade é para sempre (Salmo 117-1.2)

Esperei com paciência no Senhor e Ele Se inclinou para mim e ouviu o meu clamor (Salmo 40.1)

É Ele quem perdoa todas as tuas iniquidade e sara todas as tuas enfermidades (Salmo 103.3)

Eu tenho motivos para testemunhar das bênçãos do Senhor em minha vida. E você?

About these ads

Sobre Pr. Ezequias Costa

Ezequias Costa é casado com Maria Isabel, psicopedagoga. Ex Pastor titular da Igreja Batista em Parada XV de Novembro em São Paulo, Brasil. Ex-aluno da Faculdade Teologica Batista em Perdizes. Graduado pelo Instituto Haggai para formnação de Pastores e Lideres com sedes no HAVAI, EUA. e em SINGAPURA, ASIA. Pós graduado em Aconselhamento Pastoral pelo Instituto Eirene, de Curitiba. Atualmente é Docentes do Instituto Haggai do Brasil, com sede em Campinas SP, Brasil.
Esse post foi publicado em Estudo 1- Livro de Salmos. Bookmark o link permanente.