Testemunha

“Levante-se, fique em pé. Eu lhe apareci para constituí-lo servo e testemunha do que você viu a meu respeito e do que ainda lhe mostrarei.” Atos 26.16

Todos somos ministros do DEUS Altíssimo, designados por Ele para levar a mensagem de salvação, libertação e cura a toda a criatura, pois o Evangelho do Reino deve ser pregado por todo o mundo, com bom testemunho.

A quem ministrar? O Senhor Jesus nos chamou para nos derramarmos aos solitários, aos doentes, aos perdidos, aos necessitados de todas as coisas. Sustentá-los primeiramente com a Palavra de DEUS, que contém a vida, a liberdade e a verdade que liberta o ser humano do pecado, dos vícios e das enfermidades.

Onde ministrar? No trabalho, na escola, nas ruas, nos bares, nos hospitais e nas prisões. O Senhor quer nos usar em nossa área de atividade. Trazê-los à nossa Comunidade, nossa Igreja, para que eles amadureçam espiritualmente.

Quando começar a ministrar? Hoje, porque hoje é o Dia da Salvação. Estamos em uma corrida contra o tempo. Haverá época em que ninguém poderá mais trabalhar ou ministrar, porque a noite virá.

Como ministrar? Somos chamados para realizar as obras de nosso DEUS e para demonstrar o PODER do Espírito Santo. O mundo quer provas de que o que dizemos a respeito de Jesus seja mais do que meras palavras de consolo.

Essa é a obra de DEUS. Todos somos chamados a participar ativamente nela.
É chegada a hora de demonstrar o poder de DEUS em nossas vidas. Vamos nessa?

Pr. Ezequias Costa

Anúncios

O que é fé

“Orei por você, para que a sua fé não desfaleça.” Lucas 22.32

Fé é como uma linha telefônica entre a terra e o céu. Por essa linha telefônica nos chega a mensagem do amor de DEUS

Mas, se esse fio se romper, como receber a resposta de nossas orações? Se houver empecilhos, como ser atendido em nossas petições?

Se estamos aflitos, pela fé em oração recebemos ajuda. Estamos angustiados? Pela fé recebemos conforto e consolo. Precisamos de amor para nos relacionarmos com os outros? Pela fé recebemos o suprimento do amor de DEUS e nos tornamos um canal livre para transmitir amor.

Não existe outro caminho que nos ligue ao nosso DEUS. A fé nos liga com a divindade! A fé nos reveste do Espírito Santo. A fé nos ajuda a resistir aos ataques do inimigo, ataques contra nossa vida de santidade, ataques que vem de forma sutil e até através de amigos nossos…

A fé recebe força, se agiganta em meio às provações. Agora, perguntemos sinceramente a nós mesmos: Como está nossa fé? “Eu não te falei que se você tiver fé você verá a Glória de DEUS?” João 11.40

Fé, finalmente, é agarrar-se a DEUS e deixar nossa vida por conta dEle.

Pr. Ezequias Costa

O consolo dos abatidos

“Quando chegamos à Macedônia, não tivemos nenhum descanso, mas fomos atribulados de toda forma: conflitos externos, temores internos. DEUS, porém, que consola os abatidos, consolou-nos com a chegada de Tito. 2 Coríntios 6. 5-6

Este texto do apóstolo Paulo nos fala de um momento de profunda angústia que ele estava atravessando: estava agora sujeito à profunda exaustão física, dizendo que seu corpo não tivera descanso algum.

Além disso, do cansaço físico, este servo do Senhor enfrentava tribulações de toda espécie: perseguições, oposição, lutas. E ele diz que essas lutas vinham de fora, de gente interessada em desestabilizar o seu ministério. Ele ainda acrescenta que havia temores internos, que podemos entender como angústias, preocupações, pressões, perturbações em sua mente.

Graças a essa experiência terrível pela qual o apóstolo passou, podemos ver que nós também somos candidatos a essa profunda angústia. E qual foi a saída? A chegada de um amigo, Tito. DEUS consolou a Paulo com a chegada de um jovem que muito o amava.

Peço a você que procure alguém hoje para levar o consolo do Senhor. Seja um instrumento de consolo, de conforto, para animar alguém que se encontra abatido, prestes a desfalecer na vida espiritual. E essa pessoa pode ser alguém muito perto de você. Talvez até seu próprio pastor…

Pr. Ezequias Costa

Com toda a sua força

“O que suas mãos tiverem que fazer, que façam com toda a sua força.” Eclesiastes 9.10

Somos hoje chamados a fazer a diferença. E somos convidados ao trabalho do Senhor.

Mas o convite é para nos envolvermos até o pescoço, sem vacilar. Fazer com todas as nossas forças. Veja que a Palavra de DEUS nos adverte do perigo de fazermos a obra do Senhor relaxadamente. Jeremias 48.10

Vamos nos alegrar quando formos à Casa do Senhor, para participar do culto. E ao final, que o cheiro da presença Santa do Senhor esteja em nós, em nossas palavras, em nossos atos e atitudes, em nossas roupas. E que todos saibam que estivemos adorando…

Fomos chamados a entregar dízimos e ofertas? Não somos ricos o suficiente para entregarmos grandes quantias, daquilo que nos sobra? Entreguemos duas moedinhas, pois o Senhor observa a disposição do nosso coração e o que nos move a contribuir.

Não podemos ser um apóstolo Paulo, profundo conhecedor de filosofias e idiomas? Sejamos um Ananias, humilde discipulo de uma pequena comunidade, mas que tinha dons espirituais para abençoar outros. E ainda tinha dentro da Igreja e da comunidade onde morava pessoas que o conheciam e que dele davam bom testemunho.

Não podemos ser como um carvalho no alto da montanha? Sejamos um bonsai na pequena mesa da sala…

“E, tudo quanto vocês fizerem, façam de todo o coração, como ao Senhor e não aos homens.” Colossenses 3.23

Pr. Ezequias Costa

Coração dividido

“Amazias tinha vinte e cinco anos de idade quando começou a reinar, e reinou vinte e nove anos em Jerusalém. Ele fez o que era reto diante do Senhor, mas NÃO DE CORAÇÃO INTEIRO.” 2 Crônicas 25. 1-2

Incrível esse rei Amazias: Tinha tudo para ser bem sucesido: as guerras que seu pai havia enfrentado haviam cessado, era jovem e tinha vários conselheiros. O texto diz que ele serviu ao Senhor, mas com coração dividido.

Sua primeira atitude foi de vingança. Alguns oficiais do exército haviam se rebelado contra o seu pai e o haviam matado. Amazias, então, tomado por desejo de pagar o mal com o mal, sem qualquer piedade, manda executar os rebeldes. Fez justiça com as próprias mãos.

Em outra atitude de um coração rebelde, Amazias manda mensageiros para o rei de Israel, Jeoás, chamando para a guerra e usa estas palavras: ‘Vem me enfrentar.’

Essa atitude trágica e rebelde fez com que o povo de Jerusalém fosse levado para fora de suas casas como reféns. Até os utensílios da Casa do Senhor foram levados embora.

Em meio a toda essa confusão, o Senhor levanta um profeta que procura chamá-lo de volta para ouvir a voz de DEUS. Enquanto o profeta ainda está falando, Amazias o interrompe, não aceita seu conselho de profeta e ainda o ameaça, dizendo: ‘ Por acaso você foi noemado Conselheiro do Rei? Pare! Se não parar você será morto.

Tragédia após tragédia, porque Amazias não tinha o coração completamente voltado para o Senhor. Final da vida: Diz o texto de 2 Crônicas 25.27: “A partir do momento em que Amazias deixou de seguir ao Senhor, conspiraram contra ele, fugiu mas perseguiram- no e o mataram.’

Pare por um momento e responda: Você tem buscado ouvir a Voz do Senhor? Tem atentado para profetas que o Senhor levanta para trazê-lo ou trazê-la de volta à Casa do Senhor? Seu coração tem se dedicado inteiro ao Senhor, nosso DEUS?

Pr. Ezequias Costa

Os erros dos outros

“Antes de chegarem alguns da parte de Tiago, Pedro comia com os gentios; mas quando eles chegaram, Pedro se foi retirando, e se separava dos gentios, temendo aqueles que eram judeus da circuncisão.” Gálatas 2.12

Pedro andou com Jesus, assimilou Seus ensinos, presenciou vários milagres e fatos extraordinários do Ministério do Mestre, e até participou de alguns deles. E com tão grande carga de experiências ainda teve falhas e deslizes.

O apóstolo Pedro entendera perfeitamente a visão divina na cidade de Jope e experimentava a liberdade que Cristo dá. Na cidade de Antioquia comia com os não judeus, os gentios, despreocupado. Com a chegada dos líderes tradicionais e conservadores do judaísmo, Pedro tem uma atitude hipócrita: finge não ser participante daquela refeição e vai-se retirando. Teve medo de ser criticado?

Nós, muitas vezes, nos decepcionamos com os erros do outros e nos esquecemos que falhamos também. Será que existe alguém infálivel? Não, mil vezes não! Somente O Senhor Jesus foi e é infálivel.

Reconhecer ou assumir o erro e tudo fazer para não reincidir nele é nosso dever. Receber com humildade a repreensão ou exortação é sinal de maturidade cristã.

Seja hoje esta a nossa oração: “Cria em mim, Oh DEUS, um coração puro e renova em mim um espírito reto.” Salmo 51.10

Pr. Ezequias Costa

De joelhos, em oração

“Pedro, tendo feito sair a todos, pôs-se de joelhos e orou.” Atos 9.40

O Apóstolo Pedro não estava diante de um problema comum. Estava diante da mais angustiosa situação. Ele estava diante do fim da vida.

Então, ele precisava de tempo a sós com DEUS. Pediu que todos saissem do quarto. Depois, colocou-se de joelhos diante de DEUS e entrou em oração, suplicando ao Pai.

Este gesto nos mostra a total submissão do apóstolo Pedro ao DEUS que tudo pode. Mostra, também, que Pedro reconhece que a solução daquele grave problema dependia tão somente da intervenção divina. Buscou resposta na oração. De maneira humilde.

A oração de joelhos não é mais poderosa do que as outras. Mas, demonstra submissão, humildade e dependência do Senhor da vida.

Como é bom poder colocar-se diante do Senhor e deixar que Ele tome conta de qualquer situação que, agora mesmo, está ocorrendo em nossas vidas. Vamos fazer isso, agora?

Pr. Ezequias Costa

Apagar

“Como é feliz aquele que tem as suas transgressões perdoadas e os seus pecados perdoados.” Salmo 32.1

Há algumas situações na vida da gente em que sentimos o desejo de voltar alguns passos e poder consertar o que fizemos de errado. No computador, temos o comando Ctrl+z, que nos faz andar para trás e retornamos ao último ponto certo para continuamos daí para a frente.

Nas nossas vidas, com certeza, temos esse sentimento de que há algo que queiramos consertar, algo de que nos arrependemos.

No caso do rei Davi, autor deste Salmo, ele se arrependeu de coisas erradas que cometeu. E que coisas! Um adultério e uma ordem para matar um dos seus soldados mais fiéis.

Depois de sofrer muito tempo com o sentimento de culpa, Davi entendeu que o seu maior pecado fora contra o próprio DEUS. E que seria hipocrisia, falsidade tentar viver escondendo os seus erros.

Assim, o rei confessa seus pecados, transgressões, erros e busca uma nova oportunidade. E aí sim ele pode dizer que é feliz quem tem suas transgressões e seus pecados confessados e perdoados.

Temos à nossa disposição o Ctrl + z da oração. Vamos confessar, pedir perdão ao Senhor, a quem ofendemos com nossos pecados. Só então vamos gozar plena paz.,

DEUS nos abençoe hoje e sempre.

Sansão, o fraco

“Sansão foi a Gaza, viu ali uma prostituta e manteve relações com ela.” Juízes 16.1

A história desse homem escolhido por DEUS para julgar o seu povo é motivo de muita reflexão. Foi predestinado desde o ventre de sua mãe para ser um ajudador do Senhor. Um instrumento poderoso para exercer justiça no meio do povo.

Físicamente era um forte. Não por causa de seu físico privilegiado, mas porque, quando o Espírito do Senhor o tomava, era invencível. Ninguém podia vencer Sansão. Ninguém mesmo, a não ser ELE PRÓPRIO.

Se fisicamente Sansão era forte, seu caráter era de uma pessoa bastante frágil. Suas fraquezas na área sexual o impediram de continuar a ser esse instrumento de DEUS para atuar contra os inimigos.

Um fim de vida muito triste: tem seus olhos furados e assim fica completamente cego (Juízes 16.21), é preso com algemas de bronze e vai trabalhar para o inimigo (v. 21), e ainda vira motivo de piadas (16.23-25)

Quanto a nós o que aprendemos é que podemos resistir, sim, às tentações que vem e virão sobre nós. É verdade que os ataques contra nós não vêm com uma roupagem feia, pois amante não vem com cheiro de produtos de limpeza nem com o rosto suado. Mas “fiel é DEUS que não permitirá que sejamos tentados acima das nossas forças; pelo contrário, juntamente com a tentação, nos proverá o livramento, de modo que possamos resistir.” ! Coríntios 10.13

Aleluia!

Pr. Ezequias Costa

Crescer em tudo

“Antes, seguindo a VERDADE em amor, cresçamos em tudo naquele que é a Cabeça: Cristo.” Efésios 4.15

Crescer é um imperativo de todo ser vivo. Seria algo indesejável alguém permanecer um bebê a vida toda, recebendo papinha na boca, pelas mãos da mamãe. Só em caso de enfermidade grave.

O texto acima nos incentiva ao crescimento em todas as coisas, mas seguindo a VERDADE, que é a Palavra de DEUS, a Bíblia Sagrada.

Outra recomendação do Apóstolo Paulo, autor destas palavras, é crescer em Cristo, ou seja, de acordo com o padrão que o Senhor Jesus, o Cabeça da Igreja, estabeleceu para o Seu corpo, que são os salvos pela fé. O Senhor Jesus é o nosso modelo.

Perguntas que nos fazem refletir: somos hoje melhores do que ontem? Amanhã desejaremos ser melhores do que hoje? Abaixo algumas recomendações para nosso crescimento:
> paixão pelas almas perdidas;
> prática do perdão, sem limites;
> testemunho de vidas transformadas;
> contribuição liberal para a expansão da obra missionária;
> tempo para oração: agora oramos mais do que antes?
> tempo para meditar na Bíblia, que é a Palavra de DEUS;
> tempo para buscar o poder do Espírito Santo de DEUS em nossas vidas

DEUS nos abençoe nesse crescimento na VERDADE.

Pr. Ezequias Costa

Temos sido luz?

“Qual mulher que, tendo dez moedas, se perder uma moeda não acende a candeia, varre a casa e busca com muito cuidado até achar a moeda perdida?” Lucas 15.8

O Senhor Jesus foi um grande contador de histórias, que a Bíblia chama de parábolas. O texto acima nos fala de uma mulher que perdeu uma moeda.

A mulher, no desejo de encontrar a moeda perdida, ACENDE A CANDEIA para ajudar na procura. E varre a casa até achar.

Vamos entender. Mulher, na Bíblia, é símbolo da Igreja de Jesus e a casa é o mundo. Nós somos a candeia para levar a luz e achar o perdido, varrendo com a Palavra de DEUS.

A candeia era um pote de barro, no qual era colocado azeite e, através de um pavio, o fogo era aceso.

Desnecessário lembrar que azeite e fogo são símbolos do Espírito Santos de DEUS. Se formos procurar o perdido SEM o poder do Espírito Santo será apenas assistencialismo. O perdido continuará perdido. De barriga cheia, mas perdido.

Achar a moeda perdida traz alegria. E essa alegria deve ser compartilhada com outros. Veja a festa no verso 9, de Lucas 15.

Somos candeia. Temos sido luz? Temos brilhado na escuridão para achar os perdidos e trazê-los para Jesus, a Luz do mundo? “A candeia não deve ficar escondida, mas deve brilhar para trazer luz aos que estão na casa.” Mateus 5.15

Pr. Ezequias Costa

Enviado para abençoar

“Então, Ananias foi, entrou na casa, impôs as mãos sobre Saulo e disse: ‘Irmão Saulo, o Senhor Jesus que lhe apareceu enviou-me para que você volte a ver e seja cheio do Espírito Santo.” Atos dos Apóstolos 9.17

Um homem simples, cooperando com uma Igreja pequena e desconhecida na cidade de Damasco. Ananias não tinha lugar de destaque na Igreja, não era apóstolo, nem pastor, nem diácono. Mas, todos o respeitavam, na cidade e na Igreja.

Recebe do Senhor da Igreja a ordem de ir e abençoar. Abençoar justamente o perseguidor dos crentes: Saulo

A princípio, Ananias se recusa e apresenta sua posição contrária. Mas, oh bênção, ele tinha intimidade com o Senhor Jesus. Ele ouve a voz do Mestre e vai. Vai para abençoar.

E mais: ficamos sabendo que Ananias, embora não fosse um dos líderes da Igreja, possuía dons. Dons do Espírito Santo. Ao toque de suas mãos, vem a cura sobre Saulo que estava cego. Ainda mais: pela imposição das mãos de Ananias, Saulo fica cheio do Espírito Santo. Aleluia!

Oh! meu DEUS, desejo ouvir a Tua voz hoje, agora, me enviando para abençoar. Quero ser como Ananias. Dá-me também a mim a obediência necessária para fazer a Tua obra. Dá-me dons espirituais para curar, para libertar das trevas, para transmitir o Poder do Teu Espírito Santo. Que seja assim.

Pr. Ezequias Costa

%d blogueiros gostam disto: