Os erros dos outros

“Antes de chegarem alguns da parte de Tiago, Pedro comia com os gentios; mas quando eles chegaram, Pedro se foi retirando, e se separava dos gentios, temendo aqueles que eram judeus da circuncisão.” Gálatas 2.12

Pedro andou com Jesus, assimilou Seus ensinos, presenciou vários milagres e fatos extraordinários do Ministério do Mestre, e até participou de alguns deles. E com tão grande carga de experiências ainda teve falhas e deslizes.

O apóstolo Pedro entendera perfeitamente a visão divina na cidade de Jope e experimentava a liberdade que Cristo dá. Na cidade de Antioquia comia com os não judeus, os gentios, despreocupado. Com a chegada dos líderes tradicionais e conservadores do judaísmo, Pedro tem uma atitude hipócrita: finge não ser participante daquela refeição e vai-se retirando. Teve medo de ser criticado?

Nós, muitas vezes, nos decepcionamos com os erros do outros e nos esquecemos que falhamos também. Será que existe alguém infálivel? Não, mil vezes não! Somente O Senhor Jesus foi e é infálivel.

Reconhecer ou assumir o erro e tudo fazer para não reincidir nele é nosso dever. Receber com humildade a repreensão ou exortação é sinal de maturidade cristã.

Seja hoje esta a nossa oração: “Cria em mim, Oh DEUS, um coração puro e renova em mim um espírito reto.” Salmo 51.10

Pr. Ezequias Costa

Anúncios
Post anterior
Post seguinte

1 comentário

  1. PRISCILA SALUSTIANA DA SILVA

     /  30 janeiro, 2012

    MARAVILHOSO PR ESTE ESTUDO ALGUNS EU ME LEMBRO BEM BEIJOS.

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: