O Evangelho "pirata"

“O deus deste século cegou o entendimento para que não vejam a luz do evangelho da glória de Cristo, que é a
imagem de DEUS. 2 Coríntios 4.4

Nosso inimigo espiritual é um impostor, um enganador. Impostor é a pessoa que assume a identidade ou o título
de outro com a intenção de enganar. Jesus mesmo o chama de “pai da mentira”.

O nosso Mestre Jesus manifesta a verdade, fala a verdade e é a encarnação da verdade. O nosso inimigo revela o
engano, fala mentiras e meias verdades. É a encarnação de tudo que é falso.

A principal estratégia de nosso inimigo é perverter a verdade. Consiste em disfarçar o mal para que aparente
ser bem, disfarçar o erro para que seja semelhante à verdade, disfarçar a injustiça para dar-lhe aspecto de
justiça.

No jardim do Éden, ele deturpou a Palavra de DEUS para enganar a mulher. No deserto, ele usou partes da
Escritura para levar Jesus a errar.

Na igreja primitiva esse inimigo agia por meio dos falsos mestres, infiltrando heresias entre os crentes para
enganá-los. Tal perversão da verdade era introduzida na igreja juntamente com o evangelho, corrompendo a
verdade e levando os crentes ao erro.

Fique atento. Hoje não é diferente. Cuidado com aqueles que apresentam o Evangelho “pirata”…

Pr. Ezequias Costa

Anúncios
Post anterior
Os comentários estão desativados.
%d blogueiros gostam disto: