Insista na oração

“E Jesus contou-lhes uma parábola sobre o dever de orar sempre e NUNCA desfalecer.” – Lucas 18.1

O nosso Mestre Jesus tinha um empenho constante: levar seus discipulos e seguidores a reconhecerem a necessidade de estarem continuamente em oração. Isso os levaria a cumprir a vontade de DEUS em suas vidas.

Esta parábola, da mulher viúva que insistia na oração, vamos aprender que:

> Devemos insistir em tempos de oração até a volta do Senhor Jesus para buscar a sua igreja . – verso 7

> Temos em um adversário que anda à nossa volta buscando quem possa tragar. A oração nos protege e nos guarda do maligno, conforme Mateus 6.13

> Através da oração podemos clamar ao nosso DEUS, que se acha no controle deste mundo, pedindo a Ele por justiça. – verso 7

> A oração insistente, perseverante demonstra a nossa fé em nosso DEUS – verso 8

> A nota triste aqui é que, nos últimos dias antes da volta do Senhor Jesus, haverá um aumento da oposição demoníaca, contra a igreja e contra os verdadeiros adoradores. Por causa disso e pór causa dos prazeres deste mundo, muitos deixarão de ter uma vida de perseverante oração – verso 8.

Posso pedir-lhe que pare agora o que você está fazendo e dedique um tempo para entrar na presença do Senhor? Ore como se tudo o mais não fosse importante. Nem seus ideais, nem suas idéias. Busque intensamente a presença do Senhor em oração.

DEUS nos abençoe. Pr. Ezequias Costa

Anúncios

AS OBRAS DA CARNE SÃO CONHECIDAS, MAS EXISTE O FRUTO DO ESPÍRITO.

“As obras da carne são conhecidas; prostituição, impureza e sensualidade exagerada, MAS o fruto do espírito é
amor…” Gálatas 5.19 e 22

Sim, as obras da carne são nossas conhecidas pelo sentido natural do ser humano, pela nossa própria
experiência, que demonstra o que é bom para os seres humanos e para a sociedade humana, bem como o que nos é
prejudicial.

O texto traz uma “lista de vícios”, que não é a única em toda a Escritura, mas que é aqui usada pelo apóstolo
Paulo para enumerar os males que esses vícios podem nos causar. Começa pela prostituição, ou imoralidade
sexual, que pode abranger também a fornicação, sexo entre solteiros, e adultério, sexo entre pessoas casadas. O
texto vai além para abranger a impureza sexual e a lascívia, que é a sexualidade pervertida e levada ao exagero.

Se o texto bíblico ficasse só por aqui de nada nos valeria, pois trazer a relação de vícios pouco acrescenta à
nossa vida. Por isso, a Palavra de DEUS, que é a verdade, nos apresenta o Fruto do Espírito. Esse Fruto do
Espírito , na verdade, são qualidades morais DIVINAMENTE implantadas em nós, através do Espírito de DEUS, a fim
de que possamos adquirir a imagem do Senhor Jesus Cristo.

Devemos notar que a palavra FRUTO é colocada em confronto com o termo Obras. O ser humano produzirá sempre, por
si mesmo, ‘obras da carne’, por serem o fruto natural do ser humano. Porém, existem os aspectos superiores do
‘fruto espiritual’, que não consistem de esforço humano mas que resulta da atuação de DEUS, através de Seu
Espírito em nós.

Semana que vem falaremos do primeiro componente deste divino fruto: o AMOR. Até lá.

Pr. Ezequias Costa

As obras da carne são manifestas

“As obras da carne são manifestas.. . mas o Fruto do Espírito é o amor…” Gálatas 5.19 e 22.

A vida cristã não consiste em resoluções morais e esforços humanos.O crente vai sendo transformado segundo a
natureza divina. Essa transformação está muito além da capacidade do ser humano, pois o alvo é por demais
elevado e o caminho por demais inclinado para o alto para que possamos segui-lo, como uma decisão humana.

Todo o desenvolvimento do crente em busca de sua santificação requer a realidade da busca do Espírito Santo de
DEUS, pois é Ele a fonte de tudo. Não se trata de usar os meios de meditação, solitude, jejuns prolongados.
Tudo isso pode modificar temporariamente o ser humano pela força mental. Mas esse mudança não vai perdurar.

Assim, comecemos pelo AMOR, como o primeiro aspecto do Fruto do Espírito.
O Amor é o terreno onde são cultivadas todas as demais virtudes. O Amor é o solo onde todos os Dons Espirituais
são plantados e se desenvolvem. O AMOR É A FONTE DE TODA A ESPIRITUALIDADE. O Amor é a prova de espiritualidade.

O Amor é a principal característica da família de DEUS e governa todas as ações dentro dessa família. Passa do
Pai para o Filho, do Filho para os filhos, dos filhos para os outros filhos, dos filhos para o Filho e do Filho
para o Pai.

O Amor consiste em querer para os outros aquilo que queremos para nós mesmos. É a dedicação ao próximo. É o
dispêndio de tempo e energias em favor do outro, da mesma forma que nós, voluntária e necessariamente,
dispendemos tempo e energia conosco mesmos. O Amor renova e dá nova força à Fé.

Falemos do Amor de DEUS para os seres humanos, que é a fonte de todo o bem-estar humano.É isso que encontramos
no Evangelho de João capítulo 3. verso 16: “Porque DEUS amou o mundo de tal maneira que DEU o seu Filho
Unigênito…” Esse AMOR, de DEUS para com os seres humanos, é a base do Amor do ser humano para outros seres
humanos. É, também, o elevado exemplo e o padrão mediante o qual o amor humano deve ser exercido.

Existe, também, o Amor dos seres humanos para com DEUS. É o primeiro e o maior de todos os mandamentos,
conforme nos ensinou o Senhor Jesus, registro que temos em Mateus 22.34-35: “Jesus disse: Amarás o Senhor teu
DEUS de todo o teu coração, de toda a tua alma e de todo o teu pensamento. Este é o primeiro e grande mandamento.”

E também o Amor do ser humano para seus semelhantes. Esse é essencialmente o Fruto do Espírito de que estamos
tratando neste artigo. Como nos diz o autor da carta do Apóstolo João, conhecido como o Apóstolo do Amor: ” Se
alguém diz: Eu amo a DEUS e odeia a seu irmão é mentiroso. Quem não ama a seu irmão, ao qual viu, como pode
amar a DEUS a quem não viu? Aquele que não ama não conhece a DEUS, porque DEUS é amor.” 1 João 4.8 e 20.

Concluindo: “Nós sabemos que passamos da morte para a vida, porque amamos os irmãos. Quem não ama seu irmão
permanece na morte.” 1 João 3.14

Semana que vem continuamos. DEUS a todos nós inspire mais amor, a DEUS, a nós mesmos e ao nosso próximo. Até lá.

Pr. Ezequias Costa

ALEGRIA, FRUTO DO ESPÍRITO SANTO

“As obras da carne são manifestas.. . mas o Fruto do Espírito é Alegria.” Gálatas 5. 19 e 22

O Apóstolo Paulo continua em seu esclarecimento a respeito das obras da carne. Ele nos fala agora de inimizades, desavenças e facçoes ou divisões.

Além do amor, que é o terreno onde são cultivadas as virtudes espirituais, o Apóstolo trata agora de Alegria. DEUS não enviou seu Filho para nos encher de tristeza, de abatimento, de desânimo. Ele nos deu Seu Filho para trazer Alegria aos nossos corações.

De dentro de uma prisão romana, o Apóstolo Paulo nos exorta: “Alegrai-vos sempre no Senhor”, em Filipenses 4.4. E o próprio Senhor Jesus já nos encoraja dizendo: ” Alegrai-vos por estar o vosso nome escrito nos céus.” Lucas 10.20

A verdadeira Alegria não é uma emoção aritificial, motivada por pessoas, animais ou objetos. É uma ação do Espírito Santo de DEUS no nosso espírito. Essa Alegria nos inspira a Esperança e a Coragem para continuarmos. E a Confiança em nosso DEUS e satisfação de estarmos vivos em Cristo.

Mesmo no meio das lutas e das provas, das inimizades e das desavenças, temos Alegria em servirmos ao Senhor, caminhando em nossa jornada. Essa Alegria enche nosso coração de louvores cada hora do dia, pois com a Alegria triunfamos sobre a dor, sobre a traição, sobre os dissabores que ocorrem em nossa vida.

O Senhor Jesus deixa aos seus amados esta bendita esperança. “Estas coisas vos tenho dito para que a minha Alegria permaneça em vós, e a vossa Alegria seja completa.” João 15.11

Amado, amada, permita-me sugerir a você, mesmo no meio da mais terrível batalha, que você busque essa Alegria verdadeira, que nos é dada como fruto do Espírito Santo

Pr. Ezequias Costa

AS OBRAS DA CARNE E A PAZ

“As obras da carne são manifestas.. . invejas, bebedices, orgias… MAS o fruto do Espírito é PAZ… – Galátas
5.21 e 22

Quem já esteve dentro de uma prisão sabe como é a ante-sala do inferno. Nunca estive preso, mas pude fazer
evangelismo em um presídio. O lugar é terrível! O cheiro de ferro misturado com comida velha e banheiro
sujo… Coisa que não é deste mundo… Onde não há PAZ.

Dentro da cadeia não existe misericórdia nem graça. O que reina é a Lei da Honra e da Justiça própria, criada
pelos maiorais.

E é em lugares como esses que muitos cristãos, irmãos nossos, se encontram hoje por amor do Nome do Senhor
Jesus. MAS ELES TEM PAZ…

Você que esteve em um dos cultos de nossa Igreja neste domingo passado, ou participou de culto em outra Igreja,
ou esteve no Parque da Independência assistindo a um show, pode imaginar o que seja estar preso por amor do
nome do Senhor Jesus? VOCÊ PODE OU PODERÁ VIVER ESTA PAZ?

A Paz conserva a alma e o espírito confiantes no Senhor JESUS, e só nele. Não basta estar cercado de amigos, ou
apreciar um dia de sol ou de chuva. É preciso mais do que isso. Mediante esta PAZ que nos é concedida pelo
Espírito Santo de DEUS temos a RECONCILIAÇÃO com nosso Senhor, e aí podemos viver em PAZ uns com os outros.

A PAZ é o contrário exato de ÓDIO, DESAVENÇA, CONTENDA, CONFLITO, INVEJA, dos EXCESSOS, tudo isso que são obras
da Carne. A PAZ é o primeiro fruto que se observa após o perdão dos pecados.

A PAZ, por meio do Espírito Santo de DEUS, serve como grande consolador em qualquer e em todas as provações.

VIVA NA PAZ DO SENHOR JESUS HOJE , é a minha oração

Pr. Ezequias Costa

%d blogueiros gostam disto: