AS OBRAS DA CARNE SÃO CONHECIDAS, MAS EXISTE O FRUTO DO ESPÍRITO.

“As obras da carne são conhecidas; prostituição, impureza e sensualidade exagerada, MAS o fruto do espírito é
amor…” Gálatas 5.19 e 22

Sim, as obras da carne são nossas conhecidas pelo sentido natural do ser humano, pela nossa própria
experiência, que demonstra o que é bom para os seres humanos e para a sociedade humana, bem como o que nos é
prejudicial.

O texto traz uma “lista de vícios”, que não é a única em toda a Escritura, mas que é aqui usada pelo apóstolo
Paulo para enumerar os males que esses vícios podem nos causar. Começa pela prostituição, ou imoralidade
sexual, que pode abranger também a fornicação, sexo entre solteiros, e adultério, sexo entre pessoas casadas. O
texto vai além para abranger a impureza sexual e a lascívia, que é a sexualidade pervertida e levada ao exagero.

Se o texto bíblico ficasse só por aqui de nada nos valeria, pois trazer a relação de vícios pouco acrescenta à
nossa vida. Por isso, a Palavra de DEUS, que é a verdade, nos apresenta o Fruto do Espírito. Esse Fruto do
Espírito , na verdade, são qualidades morais DIVINAMENTE implantadas em nós, através do Espírito de DEUS, a fim
de que possamos adquirir a imagem do Senhor Jesus Cristo.

Devemos notar que a palavra FRUTO é colocada em confronto com o termo Obras. O ser humano produzirá sempre, por
si mesmo, ‘obras da carne’, por serem o fruto natural do ser humano. Porém, existem os aspectos superiores do
‘fruto espiritual’, que não consistem de esforço humano mas que resulta da atuação de DEUS, através de Seu
Espírito em nós.

Semana que vem falaremos do primeiro componente deste divino fruto: o AMOR. Até lá.

Pr. Ezequias Costa

Anúncios
Post seguinte
Os comentários estão desativados.
%d blogueiros gostam disto: