Eu chorei em Cuba (4)

Em um dos primeiros dias de nossa estada em Cuba, saímos juntamente com o Pr. Marciano Marcel, pastor da Primeira Igreja Batista de Guantánamo, para visitar uma cidade próxima, cerca de 12 quilômetros de Guantánamo. A cidade de Costa Rica.

É um pequeno povoado situado próximo à linha férrea que liga algumas cidades daquela região. Quando nos aproximamos percebemos a situação dramática daqueles irmãos. Por causa da trepidação causada pela passagem das composições de trem o pequeno templo da igreja batista da localidade veio completamente abaixo (foto acima).

Chegamos no início da tarde e encontramos o pastor local, Pr. Milton Cadet, ocupado em reconstruir com suas próprias mãos usando pedaços de madeira que haviam restado da construção antiga e outros materiais, o pequeno templo da igreja.

O local onde os irmãos passaram a se reunir foi para mim a primeira surpresa daquele dia. O pastor Milton, sua esposa Junaika e seus dois pequenos filhos cederam o espaço de sua já apertada residência para que a sala da frente se transformasse no templo da igreja. É o que nós aprendemos a chamar de Casa-Culto (foto abaixo).

Naquele espaço reduzido os irmãos cubanos daquela cidade se reunem para louvar a DEUS e agradecer porque agora eles tem um local para adoração. Chegam a se reunir ali perto de 100 pessoas. E o pastor Milton nos informou que o trabalho continua crescendo.

Ali mesmo naquela Casa-Culto louvamos ao Senhor e oramos agradecendo pela bênção de termos um local para adoração ao nosso DEUS. Nossas igrejas tem sofisticados equipamentos de som e projetores multimídia. Instrumentos e instrumentistas de alto nivel. Mais surpreso ainda ficamos quando soubemos que a ajuda para aquela igreja, que eles recebem dos batistas brasileiros, está em torno de 10 dólares mensais. Cerca de 20 reais…

Você, amado leitor, amada leitora, que tem uma igreja com seu templo cheio de modernos instrumentos e equipamentos, louve ao Senhor pela vida daqueles irmãos de Cuba que lutam com tantas dificuldades. Lembre-se de orar pelo Pastor Milton Cadet e sua esposa Junaika, lá da cidade de Costa Rica. Deixe seu coração aberto para oferecer sua ajuda também.

Toda Glória ao Senhor da Igreja, no Brasil e em Cuba.

Anúncios
Os comentários estão desativados.
%d blogueiros gostam disto: