Jesus desceu ao inferno? (Parte 04)

Jesus diz:

Eu tenho as chaves da morte e do inferno

Sim, é verdade, conforme nos declarara a Palavra de DEUS em Apocalipse 1.18.

Mas que “chave” é essa? Seria a chave que teria sido arrancada das mãos de Satanás, se de fato Jesus foi ao inferno? Seria a chave que prendeu os demônios lá dentro?

Não, nada disso. Tiremos de nossa mente a idéia de que “chave” é  somente para fechar ou trancar uma porta. Quando falamos de uma “chave” para entender um texto difícil ou uma tradução de outra língua, não temos em mente um pedaço de metal que abre certa “porta”.

Também quando dizemos que determinada pessoa importante recebe a “chave” de uma cidade não significa que ela vai abrir ou fechar qualquer porta.  O que este ato simboliza é que a pessoa recebe a autoridade sobre aquela região.

É exatamente isso que o dicionário Aurélio de nossa língua  traz como explicação sobre “chave”:

  • Lugar que fecha ou domina território ou
  • Ponto estratégico contra inimigos

Em Apocalipse 1.18, quando o próprio Senhor Jesus declara que tem “as chaves” da morte e do inferno significa que ELE TEM AUTORIDADE sobre a morte e sobre o inferno. É exatamente o que dizem os textos abaixo:

  • Hebreus 2. 14-15 – “Como os filhos participam da carne e do sangue, também Ele (Jesus) participou das mesmas coisas, para que, PELA MORTE, aniquilasse aquele que tinha o império da morte, o diabo, e LIVRASSE todos os que, com MEDO DA MORTE, estavam por toda a vida sujeitos à escravidão”.
  • 1ª Pedro 3.22 – “… uma boa consciência para com DEUS, pela RESSUREIÇÃO de Jesus Cristo, o qual está à mão direita de DEUS, tendo subido ao céu, tendo sujeitado a Ele os anjos, e os principados e as potestades”.
  • Apocalipse 5. 9 e 12 – “Digno és de tomar o livro e de abrir os seus selos, porque foste morto e com o Teu sangue compraste para DEUS  homens de toda tribo, e língua, e povo e nação. Digno é o Cordeiro, que foi morto, de receber o Poder, e Riquezas e Sabedoria e Força e Honra e Ações de Graças”.

Não foi Satanás quem deu autoridade ao Senhor Jesus, porque Satanás não dá nada para ninguém. Mas o próprio DEUS lhe deu toda a Autoridade, conforme o hino escrito pelo Apóstolo Paulo em Filipenses 2. 9: “DEUS o exaltou soberanamente e lhe deu UM NOME, que é sobre todo o nome, para que ao Nome de Jesus se dobre todo joelho daqueles que estão nos céus e terra e debaixo da terra  e toda língua confesse que Jesus Cristo é o Senhor, para a glória de DEUS PAI”.

Vamos celebrar esse Poder e essa Autoridade, JUNTAMENTE com os anjos nos céus e os salvos de todas as eras.

Toda Glória e toda Honra ao nome do Senhor Jesus. Amém!

Anúncios

Jesus desceu ao inferno? (Parte 03)

Pois também Cristo morreu, uma única vez, pelos pecados, o justo pelos injustos, para conduzir-vos a DEUS; morto sim, na carne, mas vivificado pelo Espírito,  no qual também foi e pregou (proclamou)  aos espíritos em prisão (1ª Pedro 3.18,19)

O ensino de que Jesus desceu ao inferno usa este texto isolado para criar a doutrina da descida aos Infernos. Vamos examinar estes versos.

O verso 18 fala da morte de Jesus pelos pecados dos injustos, para que pudéssemos ser conduzidos a DEUS.  Diz que Ele morreu, sim, mas não permaneceu morto: foi vivificado pelo Espírito.

O que significa o termo “vivificado”? Vem do verbo “vivificar”. O dicionário Aurélio ensina que “vivificar” é o mesmo que:

  • Dar vida ou existência a
  • Reviver, reanimar
  • Dar movimento, dar atividade
  • Tornar vívido, animar

Assim, entendemos que, através da proclamação de Sua ressurreição, Cristo proclama a Sua vitória sobre a morte e sobre as Potestades demoníacas. E essa proclamação se faz DEPOIS da Sua ressurreição.

O texto de Romanos 8.11 nos informa que é o Espírito Santo de DEUS que ressuscitou ao Senhor Jesus e que também vai nos ressuscitar quando da Segunda Vinda de Jesus:

E, se o Espírito daquele que dos mortos ressuscitou a Jesus habita em vós, Aquele que dos mortos ressuscitou a Cristo também vivificará o vosso  corpo mortal, pelo Seu Espírito que em vós habita

Não há nenhuma dúvida, portanto, que foi o JESUS RESSUSCITADO que fez a proclamação de sua vitória aos espíritos em prisão. E quem são esses espíritos em prisão e que prisão é essa?

Esses espíritos em prisão, isto é, espíritos de demônios, também estavam por trás da corrupção da palavra pregada por Noé nos tempos anteriores ao dilúvio. E esses demônios estão em prisão, nas trevas eternas.

  • 2ª Pedro 2.4 – “DEUS não poupou os anjos que pecaram, mas lançou-nos no mundo de trevas, acorrentados até o dia do juizo”
  • Judas 6 – “O mesmo aconteceu com os anjos que não permaneceram dentro dos limites de autoridade que DEUS lhes deu, mas deixaram o lugar onde pertenciam. DEUS os guarda na escuridão perpetuamente, para o grande dia do seu julgamento”

Esses espíritos em prisão não são espíritos de pessoas que morreram e agora se acham em sofrimento e dores no Gehena. São, na verdade, espíritos de demônios que se encontram aprisionados nas trevas.

Assim, a proclamação do Senhor Jesus se faz após a Sua ressurreição aos espíritos de demônios conforme nos diz o texto de 1ª Pedro 3.22: “…tendo subido ao céu, reina à direita de DEUS, sendo a Ele sujeitos os anjos, as autoridades e os poderes”.

Nada é dito de uma resposta dos ouvintes. Assim esta passagem não deve ser interpretada como uma Segunda Chance para a salvação daqueles que recusam a Verdade nesta vida.

Jesus desceu ao inferno? (Parte 02)

(01) Em  Sua misericórdia Cristo desce ao Hades, habitação das almas perdidas. Qual teria sido o propósito dessa descida?

  • Melhorar a condição dos que lá estão. Assim, esses tem a oportunidade  de salvação;
  • Piorar a condição dos ímpios que estão padecendo no fogo. Mas, isso vai ajudar somente os justos, pois esses são elevados  do Hades ao Paraíso;
  • A pregação do Senhor confirma a condenação  dos  ímpios;
  • Foi uma oportunidade aos que se afogaram no dilúvio e assim não tiveram tempo de se arrepender;

(02) A descida de um ser divino ao sofrimento das almas daqueles que já morreram tem antecedentes na História da humanidade. Essas descidas ao mundo inferior são comuns nas religiões misteriosas e pagãs:

  • A descida do herói grego, Hércules;
  • A descida da deusa Ishtar, nos escritos da Babilônia;
  • Nos escritos e nas tradições da religião hindu, a descida do deus Hibil-Ziwa;

(03) Outros escritos antigos dão apoio a tal descida ao mundo inferior:

  • No Talmude, livro religioso  dos  Hebreus, os profetas teriam descido;
  • O Evangelho Nicodemos;
  • O Testamento de Abrahão;
  • O Evangelho de Pedro;

(04) Por outro lado, se houve a descida do Senhor Jesus ao mundo dos mortos, Ele estabeleceu um modelo para outras missões. Ele abriu o mundo de sofrimentos com um campo missionário.  Os apóstolos devem ter seguido esse Seu exemplo.

(05) A pergunta que não quer calar agora é esta: E nós, como Igreja, também podemos seguir esse exemplo?

Jesus desceu ao inferno? (Parte 01)

Ali, os maus cessam de perturbar e, ali, repousam os cansados. Ali, os presos juntamente repousam e não ouvem a voz do carrasco. Ali, está tanto o pequeno como o grande e o escravo está livre do seu senhor (Jó 3. 17-19)

Nos tempos longínquos do Antigo Testamento acreditava-se que os mortos iam todos para o mesmo lugar, chamado Seol ou Sheol em hebraico.

Era o lugar do silêncio, onde não havia obra nenhuma e não havia expectativa para que se pudesse sair desse lugar.  Era, portanto, uma concepção vaga e indefinida que abria caminho para a imaginação, que inventava pormenores fantásticos para descrever o mundo dos mortos.

… Porque no além, para onde tu vais, não há obra, nem projetos, nem conhecimento, nem sabedoria alguma (Eclesiastes 9.10)

Essa palavra Seol ou Sheol, também traduzida por sepultura, e Hades no Novo Testamento, expressão originária da língua grega. Hades era o deus pagão que governava o mundo dos mortos. Daí porque na língua grega a sepultura tomou o nome de Hades.

Os antigos hebreus, semelhantes a outros povos semíticos, imaginavam o Sheol embaixo da terra.

  • Números 16.30 e 33 – “Se o Senhor fizer um milagre,e se o chão se abrir e os tragar, a eles bem como a tudo o que lhes pertence, e descerem vivos para o Sheol, então ficarão sabendo dessa forma que esses homens rejeitaram o Senhor”.
  • Ezequiel 31.17 – “Os seus aliados foram todos destruídos e pereceram com ele. Desceram juntamente ao mundo do inferno”.
  • Amós 9.2 – “Ainda que cavem até ao inferno, alcançá-los-ei e os tirarei de lá”.

Porém, só o Senhor Jesus poderia trazer luz plena sobre a situação após a morte e revelar as bênçãos para os salvos, habitando a presença de DEUS, depois da morte e livres de todos os males da presente vida.

  • Lucas 23.43 – “Jesus respondeu: Hoje mesmo estarás comigo no paraíso”.
  • João 14.1-3 – “Na casa de meu Pai há muitas moradas e Eu vou preparar-vos lugar”.

O Senhor Jesus revelou ainda mais: que há um lugar de tormento e sofrimento. Aqui é que se usa a palavra grega Gehena. Esta palavra se refere ao vale de Hinon, onde queimavam criancinhas vivas em honra a Moloque.

Por causa destes terríveis pecados que se cometiam ali, por causa das imundícias e porque servia de depósito de lixo da cidade, esse nome passou a designar  o lugar do castigo, com trevas,  choro, ranger de dentes, vermes e fogo: enfim um lugar repugnante.

  • Mateus 8.12 – “Muitos israelitas, para quem o reino foi preparado, serão lançados na escuridão exterior, lugar de choro e ranger de dentes”.
  • Mateus13.42 – “Mandarei os meus anjos, que separarão do reino tudo o que provoca pecado e todos os que sejam maus, e os lançarão na fornalha e os queimarão. Ali haverá choro e ranger de dentes”.
  • Mateus 22.13 – “Então o rei dirá: Atem-no de pés e mãos e lancem-no fora na escuridão, onde há choro e ranger de dentes”.
  • Lucas 16.24 – “Pai Abrahão, tem piedade de mim. Manda Lázaro vir ter comigo só para molhar a ponta do dedo em água e refrescar-me a língua, pois estou atormentado nestas chamas”.

Assim, temos dois lugares para os mortos: Paraíso e Gehena. Paraíso é a presença de DEUS e Gehena é afastamento de DEUS, lugar de sofrimento e dor.

Paraíso é lugar de delícias, jardim do Éden recriado. É o lugar de bênçãos que os seres humanos perderam. Serve para designar o lugar dos justos depois da morte. No Novo Testamento, Paraíso quer dizer “céu”.

  • Lucas 23.43 – “Hoje mesmo estarás comigo no Paraiso”.
  • 2 Coríntios 12. 1-4 – “Este homem foi arrebatado ao Paraíso e ouviu coisas que não se podem traduzir por palavras, coisas que ao ser humano não é permitido falar”.
  • Apocalipse 2.7 – “Ao vencedor, darei o direito de comer da árvore da vida, que está no paraíso de DEUS”.

Se tomarmos o termo Gehena designando Inferno, não temos nenhuma ensino do Novo Testamento de que o Inferno seria para baixo, ou embaixo da terra.

Encher a Casa

Maria ungindo os pés de Jesus“Jesus foi a Betânia, 6 dias antes da Páscoa, onde estava Lázaro, que Ele ressuscitara dos mortos. Fizeram a Jesus uma ceia. Marta servia, Lázaro estava com Ele à mesa. Maria tomando meio litro de perfume de nardo puro, de muito preço, ungiu os pés de Jesus e enxugou-lhe os pés com seus cabelos; e ENCHEU-SE A CASA com o perfume” (João 12. 1-3)

Maria de Betânia tinha dois irmãos: Marta, a mais velha dos três, e Lázaro, que o Senhor Jesus havia ressuscitado. Alegres pela grande bênção que haviam recebido, resolveram oferecer ao Senhor Jesus uma ceia. O Senhor compareceu juntamente com seus discípulos e também alguns outros amigos da família.

Enquanto Marta servia, Maria se aproxima do Senhor e, usando meio litro de um perfume de nardo puro, de muito valor, lava os pés do Senhor e os enxuga com seus cabelos. Algumas lições tiradas de texto bíblico para nossas vidas hoje:

1. Maria entregou o melhor que tinha

Meio litro de um perfume precioso. Ela não entregou o resto. Ela não reteve parte do perfume. Primeira lição para nós: temos entregado o nosso melhor ao Senhor? Nosso melhor do tempo? nosso melhor louvor? nosso melhor traduzido em ofertas?

2. Maria completou a tarefa que havia iniciado

Depois de ungir os pés do Mestre ela os secou com os seus cabelos. Temos completado as tarefas que inicamos? Temos cumprido nossos votos ao Senhor? Chegamos até o final daquilo que nos propusemos a fazer? Ou temos o péssimo costume de deixar as coisas pela metade?

3. Maria aproveitou a oportunidade

O Senhor Jesus passou por sua casa 6 dias antes de sua morte na cruz. Convém lembrar que a Hora é Agora. Não somos donos do tempo. Nada sabemos do dia de amanhã. Temos aproveitado as oportunidades que surgem para estar com o Senhor? Temos aproveitado as oportunidades que surgem para levar a mensagem do Mestre?

4. Mas por que Maria entregou o melhor que tinha?

Por que levou até o final a tarefa que havia iniciado? A resposta é simples: seu irmão havia sido trazido dos mortos pelo Jesus que ela amava. E Maria tinha um coração agradecido. Temos agradecido por todas as bênçãos que recebemos das mãos do Senhor? Ou somos mal-agradecidos, vivendo uma vida sem alegria, sem prazer, corações fechados e escuros que só sabem murmurar? Temos contado as bênçãos para ver quando DEUS já fez?

5. Finalmente, a atitude de Maria encheu a casa

O perfume derramado por ela contagiou a todos que se achavam presentes àquela refeição. Quando chegamos em nossa casa, em casa de amigos ou no nosso local de trabalho, nossa presença leva prazer e alegria? Maridos, esposas, pais quando chegamos em nossas casas, chegamos para perfumar o ambiente? Para levar aos outros a “Alegria do Senhor que é a nossa força”?

Quem é Morris Cerullo?

diabo-evangelico“Os irmãos de Beréia foram mais nobres do que os de Tessalônica, porque de bom grado receberam a Palavra, EXAMINANDO CADA DIA NAS ESCRITURAS se estas coisas eram assim” (Atos 17.11)

Cuidado com a lavagem cerebral que estão tentando fazer conosco… Vacine-se contra HERESIAS… Participe em sua igreja da Escola Bíblica Dominical.

Em nossa Igreja, Batista em Parada XV de Novembro, temos também Escola Bíblica nas Quartas-Feiras. Não se deixe iludir.

O senhor Morris Cerullo apareceu esta semana em um programa do Pr. Silas Malafaia e, descaradamente, pediu 900 reais como doação voluntária para aquele que quiser ser abençoado. Nem mais, nem menos. Tem que ser 900 reais, mais de duas vezes o valor do nosso salário mínimo.

O senhor Morris Cerullo afirmou e insistiu que é profeta de DEUS e disse que temos que acreditar naquilo que os profetas dizem ao povo.

Disse mais o sr. Morris Cerullo: que aqueles que contribuissem, com fé, doando ao ministério do pr. Silas Malafaia 900 reais,  daqui a 6 meses, especificamente em 1 de janeiro de 2010, terão todas as promessas de DEUS cumpridas em sua vida, seja no emprego, na saúde ou na família, ou em qualquer outra área em que esteja necessitando…

Já pensou se todos os espectadores que naquele instante estavam assistindo ao programa, pegassem  o telefone e enviassem 900 reais para o sr. Silas Malafaia? Já pensou? Então pense…

E disse mais o senhor Morris Cerullo: que todos deviam doar MESMO QUE NÃO TIVESSEM O VALOR EM MÃOS… Deviam doar por FÉ… Por que é essencial ter fé para receber as bênçãos de nosso DEUS… E que os que assim cressem nunca mais teriam que passar por necessidades financeiras em suas vidas.

O sr. Morris Cerulo deixou claro que temos que dar dinheiro para DEUS para Ele cumprir Suas promessas em nossa vida e nos abençoar financeiramente. Então, aqueles que não pudessem contribuir não receberiam bênçãos de DEUS? DEUS precisa de nosso dinheiro para agir com poder em nossas vidas?

Não somente esse senhor Morris Cerullo, mas vários pastores, bispos,missionários, apóstolos, que se alimentam a si mesmos, tem dito nas igrejas, nos programas de Tv,  nos congressos, nos seminários que  a prosperidade é ter mais e mais bens materiais.

Cuidado. Seja um crente em Jesus Cristo que lê e estuda a Palavra da Verdade, e verifica se o que esses homens e mulheres falam é a verdade.

A quem vamos obedecer? A Morris Cerullo ou a Palavra de DEUS?

Update: veja abaixo o vídeo do Sr. Cerullo pedindo a oferta de R$ 900

Temos motivos para agradecer?

“Porque SOU EU que conheço os planos que tenho para vocês”, diz o Senhor, “planos para fazê-los prosperar e não de causar-lhes dano, planos de dar a vocês esperança e um futuro” (Jeremias 29.11).

Terminamos o ano de 2008 sob forte impacto da crise mundial na Economia. E agora vem essa tal de gripe suina, que está tirando o sono de muita gente. Mas, olhando tudo isso, Temos motivos para agradecer por algo? Temos condições de ter um coração agradecido?

Aqui vão algumas sugestões para que analisemos como vai nossa relação com nosso DEUS e se temos ou não um coração agradecido:

01. Agradecer por enxergar ordem em meio à confusão.

Bem no meio das tempestades da vida, DEUS tem um plano soberano para cada um daqueles que O seguem, O conhecem de perto. ELE PROMETE realizar este plano em nossas vidas. Vamos agradecer por isso?

02. Agradecer por termos um trabalho NOBRE a realizar.

Parte desse plano é o propósito de nosso DEUS para cada um de Seus seguidores. ELE nos dá talentos, habilidades e experiências especiais para exercer as nossas responsabilidades do dia-a-dia. Veja só esta palavra abençoada. “Porque somos criação de DEUS, realizada em Cristo Jesus, para realizarmos boas obras, as quais DEUS preparou para nós realizarmos” (Efésios 2.10).

03. Agradecer pela provisão de cada dia.

Em nenhum lugar da Bíblia DEUS promete que iremos adquirir tudo quanto queremos. Ou que Ele irá atender todos os nossos desejos. Mas Ele promete satisfazer TODAS as nossas necessidades. “O meu DEUS suprirá TODAS as necessidades de vocês, de acordo com as Suas gloriosas riquezas em Cristo Jesus” (Filipenses 4.19).

04. Agradecer pela esperança mesmo quando o futuro parece cheio de sombras.

Abraão já era idoso, já estava na quarta idade e não tinha filhos. Mas, DEUS prometeu que ele seria o pai de muitas nações, com uma descendência que não se poderia contar em números. Abraão jamais perdeu a esperança e, assim, descobriu que DEUS era FIEL para cumprir a Sua Promessa. “Abraão, CONTRA TODA ESPERANÇA, em esperança creu e se tornou assim pai de muitas nações. Sem se enfraquecer na fé, foi fortalecido e deu glória a DEUS!” (Romanos 4. 18-20).

Vale a pena ter um coração agradecido por esse DEUS de toda a provisão. DEUS a todos nós abençoe com um coração cheio de gratidão.

Preciosas Promessas – Parte 03

“Palavra alguma FALHOU de todas as boas coisas que o Senhor PROMETERA à casa de Israel, TUDO SE CUMPRIU” (Josué 21.45).

“Sem duvidar, vamos manter inabaláveis a confissão de nossa esperança, porque QUEM fez a PROMESSA é FIEL” (Hebreus 10.23).

Nosso DEUS é DEUS Fiel, Ele é o DEUS da Verdade. ELE nunca mudou. É o mesmo DEUS do Antigo Testamento e o mesmo DEUS do Novo Testamento. É o DEUS do povo de Israel, é o DEUS da Igreja de Jesus Cristo. é o DEUS de ontem, de hoje e de amanhã.

Continuemos a buscar na Sua santa Palavra as Promessas para o nosso dia-a-dia. São Promessas:

Garantidas pelo Poder Divino: “Estamos absolutamente convencidos de que ELE é poderoso para realizar o que ELE havia prometido” (Romanos 4.21).

De Libertação: “Pedro estava detido na prisão, MAS a Igreja orava fervorosamente a DEUS por ele… Subitamente, surgiu um anjo do Senhor na prisão e tocou a Pedro, o fez acordar e disse: Levanta-te depressa…” (Atos 12.5 e 7).

De Longa Vida: “Quem quiser amar a vida e ver dias felizes, refreie a sua língua do mal e os seus lábios da falsidade. Afaste-se do mal e pratique o bem; busque a paz e nela continue” (1 Pedro 3.10 e 11).

De Misericórdia: “Não por causa de alguma atitude justa que nós pudéssemos ter praticado. Mas devido à Sua misericórdia, ELE nos salvou por meio da lavagem regeneradora e renovadora do Espírito Santo” (Tito 3.5).

De Paz: “Não andeis ansiosos por motivo algum; todas as vossas solicitações sejam declaradas na presença de DEUS, por oração e súplicas… e a PAZ de DEUS, que vai além de todo entendimento, guardará o vosso coração e os vossos pensamentos em Cristo Jesus” (Filipenses 4.6 e 7).

Enquanto envio esta mensagem, oro por sua vida e por todos os que  vão receber, com o coração aberto, esta ministração. Posso pedir a você que ore por mim e por meu ministério? DEUS há de nos abençoar.

%d blogueiros gostam disto: