Oração de um ferido (Salmo 10)

“Senhor, por que Te manténs longe? Por que Te escondes quando estou mais angustiado?” (Salmo 10:1)

O que vem a ser Tempos de Angústia? Seria uma aflição intensa? ou sofrimento profundo? ou tormento quase insuportável?

Seja o que seja, quando vem a angústia em nossas vidas, falamos e agimos primeiramente pensando em nossa dor. É o que nos retrata o escritor do Salmo 10, talvez o rei Davi.

Ele se sente desamparado, solitário, sozinho em face da situação que mostra o inimigo caindo sobre ele. Os inimigos se aproximam para devorar as suas carnes, tal qual um leão em busca da presa. Veja o verso 9 (“Como leões, nos seus esconderijos, preparam-se para cair inesperadamente sobre as presas”).

Mas, o escritor do Salmo 10 ainda deseja ver a operação do Senhor DEUS em sua vida. No verso 12, ele clama para que o Senhor erga a Sua mão para operar em favor dos necessitados.

Falar da mão de DEUS é falar da operação do Seu PODER.  A Mão de DEUS é que nos traz vida e executa a Sua justiça. É o que nos diz o profeta Isaias em seu livro, capítulo 43, verso 13: “De eternidade em eternidade EU SOU DEUS. Ninguém há que possa impedir-Me de fazer o que faço”.

Junte-se a mim neste dia para louvar esse DEUS PODEROSO, o Grande El-Shadday, porque Ele ouve os aflitos, conforta os seus corações, pois os Seus ouvidos estão abertos para nosso Clamor. Dobremos os nossos joelhos em clamor ao DEUS que está perto e nos ouve. Aleluia!

Anúncios
Os comentários estão desativados.
%d blogueiros gostam disto: