A vida é breve (Salmo 39)

Salmo 39, verso 6: “O ser humano, por mais bem estabelecido que esteja na vida, é frágil como um sopro. É como uma sombra. Em vão corre atarefado de um lado para o outro e amontoa fortunas, para serem afinal gastas por outras pessoas”.

Pare agora e pense: De que nos serve o corre-corre de cada dia? Afinal, podemos acrescentar algum dia a mais em nossa existência?

Certa vez perguntei aos irmãos de nossa igreja o que fariam se recebessem a noticia de que tinham apenas 30 dias para viver.  As respostas foram as mais desesperadoras possíveis. Não nos damos conta que nossa vida é frágil e passageira.

Veja que o rei Davi, o autor do Salmo 39, se dá conta de que na verdade o ser humano é muito frágil. Mas, ele ora ao Senhor para que lhe ensine a perceber que a duração da vida humana é muito curta.

Não deveria esta ser a preocupação de todos nos quando oramos ao Senhor: “Faze-me conhecer o meu fim e a medida dos meus dias, para que eu sinta como sou frágil” – verso 4.

Podemos viver presos as coisas deste mundo, pouco ou nada pensando no nosso futuro lar, no céu com o Senhor. Ou podemos viver aqui como peregrinos, rejeitando o modo de viver dos ímpios e dedicados aos caminhos do Senhor, dando testemunho do Evangelho de Cristo.

Lembre-se: somente aquilo que fazemos para DEUS e para o próximo permanecerá eternamente. O próprio Senhor Jesus nos ensinou: “Não ajunteis tesouros na terra, onde a traça e a ferrugem tudo consomem, os ladrões minam e roubam” – Mateus 6.19.

Que seja assim em nossa vida. Amém?

Anúncios

1 comentário

  1. Nossa nunca tinha lido um salmo tão profundo

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: