Intimidade com DEUS (Salmo 65)

“Feliz aquele a quem TU fazes chegar a TI, para que habite em teus átrios: seremos satisfeitos da bondade da TUA casa e do TEU Santo Templo.” Salmo 65.4

Como é bom saber que podemos nos aproximar de nosso DEUS e desfrutar de SUA  intimidade. Este Salmo nos convida a continuamente nos aproximarmos do SENHOR, a fim de recebermos a SUA misericórdia e SUA fortaleza, e para que ELE possa nos ajudar em nossas necessidades.

Mas, nos tempos passados, do Antigo Testamento, essa intimidade não era tão fácil. Havia todo um sistema de sacerdotes  que, ao oferecer os sacrifícios e as orações em lugar do povo, mantinha o povo distante de DEUS.

(mais…)

Anúncios

O justo se alegra no SENHOR (Salmo 64)

“Ouve, ó DEUS, a minha voz na minha aflição; preserva a minha vida do terror do inimigo.” Salmo 64.1

Todos nós podemos passar por horas de terror quando inimigos, ocultos ou não, tramam contra a nossa vida. É exatamente sobre isto que o Salmo 64 fala ao nosso coração:

>  de conspiração de malfeitores e do tumulto dos que praticam a iniquidade . – verso 2

>  de línguas afiadas como uma espada e de palavras amargas desferidas contra nós como flechas – v. 3

(mais…)

Minha alma tem sede de TI (Salmo 63)

“Ó DEUS, TU es o meu DEUS; de madrugada te buscarei; a minha alma tem sede de TI; a minha carne TE deseja muito em uma terra seca e cansada, onde nao há água.” Salmo 63.1

Este Salmo foi escrito por Davi quando se encontrava errante pelo deserto da Judéia. Mas, no momento presente, vem retratar a vida seca de muitos de nós.

Deserto é lugar de morte, de isolamento, de sede e fome e de necessidades. Mesmo em meio a todas essas dificuldades deve ser o nosso desejo buscar ao SENHOR DE MADRUGADA, pois é nas primeiras horas do dia que nossa mente e nosso coração ainda não sofreram os impactos do calor do sol e do calor das agruras da vida.

Todos nós devemos orar como Davi faz neste Salmo. Veja aqui o profundo anseio pela Presença do nosso DEUS em nossos corações e em nossa vidas.  E esse anseio só encontra satisfação em uma íntima comunhão com o SENHOR. Não podemos permitir que coisa alguma nos leve a diminuir nosso desejo pela Comunhão com o nosso DEUS.

(mais…)

O que fazer em tempos de aflição (Salmo 62)

“A minha alma espera somente em DEUS; dELE vem a minha salvação. Sá ELE é a minha rocha e a minha salvação; ELE é a minha defesa, não serei abalado.” – Salmo 62.1-2

Mais uma vez somos chamados à realidade de que o crente fiel também passa por momentos de aflição. São tempos difíceis, de oposição, de confronto com inimigos à nossa volta, inimigos muitas vezes gratuitos.

Todo aquele que deposita sua confiança no DEUS que é verdadeiro refúgio e verdadeiro libertador, deve tomar atitudes em face dos perigos e de situações que nos causam aflição:

(mais…)

Em TI confio (Salmo 7)

“Senhor, meu DEUS, en TI confio; salva-me de todos os que me perseguem e livra-me.” Salmo 7.1

É bem possivel que você, ao ler este Salmo, sinta-se como  Davi, o autor desta oração: tratado com injustiça, falsamente acusado ou atacado por aqueles que te despreazam. Aprendemos aqui que devemos sempre orar para que o Senhor nos livre do grande Acusador.

Se somos sinceramente fiéis ao nosso DEUS, podemos encontrar refúgio NELE, com toda confiança. Podemos entregar em Suas mãos os problemas de nossa vida. Também, em tempos conturbados de injustiça e perseguição, podemos colocar-nos debaixo da proteção de DEUS e suplicar, fazendo menção de SUA justiça e fidelidade.

(mais…)

Sara-me SENHOR (Salmo 6)

“Tem misericórdia de mim, SENHOR, porque sou fraco; sara-me, SENHOR, porque os meus ossos estão perturbados. Até a minha alma está perturbada… Já estou cansado do meu gemido; toda noite faço nadar a minha cama; molho o meu leito com as minhas lágrimas.” Salmo 6. 2-3 e 6

Muitas vezes, durante o prolongado período de aflição fiíica ou espiritual, deixamos de sentir a Presença de DEUS e paz espiritual.  Sofremos por muito tempo e sentimos grande pesar.

Aqui o rei Davi, autor deste Salmo, pede em sua oração que a repreensão do Senhor sobre ele seja combinada com a SUA misericórdia. Nçao é exatamente essa, a situação  que muitos de nós tem vivido?

(mais…)

TU ouvirás a minha voz (Salmo 5)

“Dá ouvidos às minhas palavras, ó SENHOR… Atende à voz do meu clamor, pois a TI orarei. Pela manhã, ouvirás a minha voz, ó SENHOR, pela manhã me apresentarei a TI e vigiarei.” Salmo 5.1-3

Vemos aqui 3 coisas que o servo fiel deve fazer, se está realmente decidido a buscar a DEUS de todo o coração:

1. Confiante que DEUS ouvirá a sua voz, vai persistir na oração e não viverá sem ela. Este é o ensino do profeta Jeremias, capítulo 29, verso 13: “Buscar-ME-eis e ME achareis quando ME buscardes de TODO o vosso coração”, diz o Senhor.

(mais…)

Oração na angústia (Salmo 4)

“O SENHOR ouvirá quando eu clamar a ELE. Em paz me deitarei e dormirei porque só TU, SENHOR, me fazes habitar em segurança.” – Salmo 4, versos 3  e 8.

Este Salmo é uma oração feita em meio a aflição. Mas, mesmo no meio da aflição, da angústia e das tribulações o autor do Salmo nos mostra uma profunda confiança em DEUS.

Para termos a certeza de que o SENHOR atenderá o nosso clamor por socorro, devemos esforçar-nos para seguir, de coração, em santidade, em vida digna do nosso chamado para sermos “filhos da Luz.” O Senhor Jesus nos ensinou que “Se alguem é temente a DEUS e faz a SUA vontade, a esse ELE ouve.” – João 9.31

(mais…)

DEUS, meu escudo (Salmo 3)

“Muitos dizem: Não há salvação para ele. Mas Tu, SENHOR, és um escudo para mim, a minha glória.” Salmo 3.2-3

Muitos de nós vivemos debaixo de adversidades em nossa vida. Vem os problemas, as dificuldades, as tentações, as lutas. Mas, aquele que vive segundo a vontade de nosso DEUS pode invocá-lo na certeza de que ELE agirá em seu favor.

Escudo, aqui,  é proteção divina, é segurança nas mãos de DEUS. Abraão chama a DEUS de meu escudo (Gen. 15.1) e em Deuternômio 33.29, DEUS é declarado como o “escudo de Israel”. Sua presença, Sua comunhão e Sua ajuda são o nosso maior bem.

(mais…)

%d blogueiros gostam disto: