Salmo 76 – Promessa solene


Façam votos e paguem ao Senhor…” Salmo76.11

Fazer um voto é uma forma de promessa solene diante de DEUS, promessa essa que deve ser cumprida. É melhor não fazer uma promessa diante do SENHOR, do que fazer tal promessa e não cumprí-la.

Tomemos como exemplo os votos de santidade que se fazem no momento da Comunhão, ou Ceia do Senhor, conforme nos ensina o apóstolo Paulo, em 1.Coríntios 11.20. Na celebração da Ceia do Senhor, antevemos a vitória de Cristo em Seu Reino futuro, o qual só passa a ter significado se chegarmos diante do Senhor com fé verdadeira, com oração sincera e temente obediência à Palavra do Senhor e à Sua Vontade.

A Biblia nos adverte que não devemos praticar “votos de tolos”, isto é, prometer o que não podemos cumprir. O caso mais triste narrado em Juízes 11, fala de um “voto de tolo”, quando Jefté, líder do povo prometeu ao Senhor, em caso de vitória na guerra, apresentar em sacrifício quem primeiro saisse ao seu encontro, quando ele retornasse das batalhas.

Quem primeiro saiu ao seu encontro foi sua única filha, virgem ainda, que quase levou o pai à loucura. Fazer uma promessa era comum entre os israelitas da antiguidade. Mas esse homem inclui no que prometeu a vida de outra pessoa, de forma inconsequente.

Nunca ficamos sabendo se a filha desse líder do povo foi ou não sacrificada. O que aprendemos é que, apesar de sacrifícios humanos serem proibilidos na lei de Moisés, conforme Deuteronômio 12.31 e 18.10, esse episódio reflete um forte distanciamento na compreensão dos caminhos de DEUS, e explica até que ponto podemos chegar quando estamos afastados dos caminhos de nosso DEUS.

“DEUS não se agrada de promessas solenes feitas por tolos; melhor é não fazer nenhuma promessa do que prometer solenemente e não cumprir.”  Eclesiastes 5.4 e 5

“Pagarei os meus votos ao SENHOR, agora, na presença de todo o SEU povo.” Salmo 116.14

Que essa mensagem nos ajude a crescer cada dia mais perto do Senhor…

Anúncios
Os comentários estão desativados.
%d blogueiros gostam disto: