Salmo 78 – Esqueceram-se das SUAS obras

“Esqueceram-se das SUAS obras e das maravilhas que lhes fizera ver, maravilhas que ELE fez à vista de seus pais na terra do Egito.” Salmo 78, versos 11 e 12.

Parte de nosso fracasso na vida cristã vem de nosso esquecimento das bênçãos recebidas em tempos passados. Vivemos como se nosso DEUS não tivesse mais o poder que demonstrou no passado.

O DEUS que adoramos hoje já não tem mais o poder de curar. Não é mais o JEOVAH RAPHAH, o DEUS que cura. Vivemos hoje na dependência de remédios até para dormir. Tranquilizantes, soníferos, calmantes. Vemos em nossos dias crentes viciados em remédios. Remédios até para emagrecer…

O DEUS que adoramos hoje já não é mais o JEOVAH JIREH, o DEUS de toda provisão. O nosso deus de toda provisão é o banco, é o agiota, é o empréstimo consignado. Empréstimos, empréstimos, empréstimos. Não acreditamos mais no poder desse DEUS do passado.

O DEUS que adoramos hoje já não é mais o JEOVAH SHALOM, o DEUS da Paz. Nossos casamentos vivem em guerra, porque não há SHALOM em nós. Nossas famílias vivem em guerra porque filhos se levantam contra pais e pais não toleram mais os seus filhos. Nossas igrejas não tem mais SHALOM porque obreiros se levantam contra pastores e vão formar novas igrejas. No lugar da Paz do Senhor Jesus vemos iras, invejas, amarguras, falta de perdão.

Amados e amadas, este Salmo nos chama de volta a ver o DEUS que operou no passado. ELE não envelheceu, ELE não mudou, ELE ainda é o mesmo do passado. Nosso DEUS é o mesmo que operou obras maravilhosas no meio do SEU povo.

Hoje quando vemos que nos aproximamos rapidamente da Grande Tribulação, quando pastores e igrejas sofrem ameaças de prisão e fechamento em nosso país, que o Espírito Santo de DEUS possa realizar os mesmos sinais, maravilhas e milagres que ELE realizou nos dias passados e que se encontram registrados na SUA Palavra.

Que esse seja o motivo e a razão de nossa adoração ao DEUS TODO PODEROSO, e que através de nossas vidas a mensagem de Redenção e de Poder possa fluir, enchendo-nos de ousadia e coragem sem limites.

“Agora pois, ó SENHOR, olha para as suas ameaças e concede aos TEUS servos que falem com toda ousadia a TUA Palavra, enquanto estendes a TUA mão para curar, e para que se façam sinais e prodígios pelo nome do TEU Santo Filho Jesus. Tendo eles orado, moveu-se o lugar em que estavam reunidos; e todos foram cheios do Espírito Santo e anunciavam, com coragem, a Palavra de DEUS.” Atos dos Apóstolos 4.29-31

Anúncios
Os comentários estão desativados.
%d blogueiros gostam disto: