Curso de Batalha Espiritual

 

 

Curso de Batalha Espiritual                Pr. Ezequias Costa     1
____________________________________________________________

Dentro dos estudos teológicos, destacamos a Doutrina de Satanás, ou Satanalogia.

1.    O Ensino da Bíblia. A existência de Satanás é ensinada em sete livros do Antigo Testamento e por todos os autores do Novo Testamento. O próprio Senhor Jesus Cristo reconheceu e ensinou a existência de Satanás. Veja-se Mateus 13.39, Lucas 10.18 e 11.18.

2.    A personalidade de Satanás.
Ø    Possui Intelecto – 2 Coríntios 11.3
Ø    Possui Emoções – Apoc. 12.17
Ø    Possui Vontade – 2 Timóteo 2.26
Ø    É tratado como pessoa moralmente responsável – Mateus 25.41
Ø    Pronomes pessoais são usados para descreve-lo – Jô 1

3.    Nomes
Ø    Satanás = Adversário
Ø    Diabo = Difamador
Ø    Belzebu = Baal Zebube = O Senhor das Moscas
Ø    Belial = Indigno – Deut. 13.13 –  2 Cor. 6.15
Ø    Lúcifer = Portador de Luz – não consta da Bíblia

4.    Títulos
Ø    Maligno – 1 João 5.19
Ø    Tentador – I Tess. 3.5
Ø    Príncipe deste mundo – João 12.31
Ø    DEUS deste século – 2 Cor. 4.4
Ø    Príncipe da Potestade do Ar – Efésios 2.2
Ø    Acusador de nossos irmãos – Apoc. 12.10

5.    Representações
Ø    Serpente – Apoc. 12.9
Ø    Dragão = Grande Serpente – Apoc. 12.3
Ø    Anjo de Luz – 2 Cor. 11.14

Curso de Batalha Espiritual                Pr. Ezequias Costa      2
____________________________________________________________

6.    Características de Satanás
Ø    É uma criatura – Ezequiel 28.14
Ø    É um ser espiritual – Efésios 6. 11-12
Ø    Pertence à ordem angelical dos Querubins – Ezequiel 28.14
Ø    Era a mais exaltada das criaturas – Ezequiel 28.12

7.    Traços da Personalidade de Satanás
Ø    É um homicida – João 8.44
Ø    É mentiroso e Pai da mentira – João 8.44
Ø    É um pecador contumaz – 1 João 3.8
Ø    É um acusador – Apoc. 12.10
Ø    É nosso adversário – 1 Pedro 5.8

8.    Suas Limitações
Ø    Não é onisciente
Ø    Não é infinito
Ø    Sua ação pode ser resistida pelo crente – Tiago 4.7
Ø    DEUS impõe limites a ele – Jô 1.12

9.    Análise teológica de Isaías 14.12-20
Ø    seu poder – v. 15-20
Ø    seu pecado – v.13-14
Ø    Eu subirei aos céus
Ø    Acima das estrelas de  DEUS exaltarei o meu trono (outros anjos?)
Ø    No monte da Congregação me assentarei (aguardando adoração?)
Ø    Subirei acima das mais altas nuvens (usurpar a glória de DEUS?)
Ø    Serei semelhante ao Altíssimo ( possuir o Céu e a Terra?) (Receber adoração?) (falsa imitação de DEUS?)
Ø    Ver 1 Timóteo 3.6

10.    Os juízos contra Satanás
Ø    Expulso de sua posição original no Céu – Ezequiel 28.16
Ø    Julgamento pronunciado no Éden – Gen. 3.14-15
Ø    Julgado na Cruz de Cristo – João 12.31
Ø    Lançado no Lago de Fogo no fim do Milênio – Apoc. 20.10

Curso de Batalha Espiritual                Pr.Ezequias Costa       3
_____________________________________________________________

11.    Atuação de Satanás contra a Obra Redentora de Jesus Cristo

Ø    Usou várias pessoas para boicotar a obra do Senhor Jesus – Mateus 2. 16, João 8.44, Mateus 16.23
Ø    Possuiu o corpo de Judas para a traição – João 13.27

12.    Atuação de Satanás em relação aos descrentes
Ø    Cega os entendimentos – 2 Cor. 4.4
Ø    Arrebata a Palavra dos corações – Lucas 8.12
Ø    Usa seres humanos para se opor à obra de DEUS – Apoc. 2.13

13.    Atuação de Satanás em relação aos crentes
Ø    Tenta o crente para mentir – Atos 5.3
Ø    Acusa e difama o crente – Apoc. 12.10
Ø    Dificulta o trabalho dos crentes – 1 Tess.2.18
Ø    Utiliza os demônios para derrubar o crente – Efésios 6. 11.12
Ø    Tenta o crente à imoralidade – 1 Cor. 7.5
Ø    Semeia o joio entre os crentes – Mateus 13.38-39
Ø    Levanta perseguições contra os crentes – Apoc. 2.10

14.    Nossa defesa contra Satanás
Ø    Nunca fale com desprezo de Satanás – Judas 8-9
Ø    Devemos estar sempre vigilantes – 1 Pedro 5.8
Ø    Devemos resistir a Satanás – Tiago 4.7
Ø    Confiar na Obra Intercessória do Senhor Jesus – João 17.15
Ø    Devemos sempre usar nossa armadura – Efésios 6. 11-18

Curso de Batalha Espiritual                Pr. Ezequias Costa    4
_______________________________________________________________

FRACASSOS NA BATALHA ESPIRITUAL
Atos dos Apóstolos 19. 11- 20

1.    DEUS usa poderosamente o Apóstolo Paulo e realiza grandes milagres – v. 11

2.    Lenços e aventais – v.12
Ø    não é mágica nem magia
Ø    DEUS usa coisas simples e comuns para fazer coisa sobrenatural
Ø    Consagre a DEUS o que você tem na mão. DEUS vai usar
Ø    Entrega… Entrega… Entrega…

3.    Quem eram esse 7 filhos de um sacerdote judeu, chamado Ceva?
Ø    Eram profissionais da religião?
Ø    Visavam o lucro, o dinheiro? – Ver 1 Timóteo 6. 3-6 – 2 Coríntios 2.17
Ø    Vão copiar o que o Apóstolo Paulo fazia
Ø    Usam uma fórmula: “Jesus, a quem Paulo prega.”

4.    Esses filhos de um sacerdote judeu cresceram conhecendo a Palavra de DEUS, pois seu pai era sacerdote. ( um pastor daqueles tempos)
Ø    aprenderam, talvez com o pai, uma religião mecânica, só ritual.

5.    O espírito maligno fala e não reconhece neles qualquer AUTORIDADE ESPIRITUAL
Ø    a oração vai só até o teto
Ø    o louvor é show e fica nas telhas e nas paredes

6.    O espírito maligno dá uma surra neles, e deixa dois deles nus e feridos.
Ø    os demônios tem poder sobre crentes fajutos e fracos
Ø    coloca esses crentes falsos pra correr

7.    O que aconteceu?
Ø    querem imitar o que o Apóstolo Paulo faz
Ø    não querem ser o que o Apóstolo é
Ø    não querem pagar o preço que Paulo pagou para chegar onde Paulo chegou
Ø    querem o caminho mais fácil

8.    QUEREMOS TER PODER NA NOSSA VIDA? VAMOS PAGAR O PREÇO DA INTIMIDADE – Veja Salmo 25.14

Curso de Batalha Espiritual                Pr. Ezequias Costa    5
_______________________________________________________________

PODER SOBRE SATANÁS E SEUS DEMÔNIOS
MARCOS 3:27

1.    Nos tempos do Antigo Testamento, somente o rei Davi tem contato, indireto, com espíritos malignos. – É o caso do espírito que atormentava o rei Saul – ! Samuel 16.23

2.    O NT menciona várias vezes pessoas sofrendo opressão ou influência maligna de Satanás e seus demônios.
Menciona Também o conflito do Senhor Jesus com os espíritos malignos ou
Demônios.

Ex: Do evangelho de Marcos
Capítulo 1: 23-27, 39        Capítulo 3: 10-15, 15         Capítulo 5: 1-20
Capítulo 6:7, 13         Capítulo 7: 25-30         Capítulo 9: 17-29
Capítulo 16:17

3.    QUEM SÃO OS DEMÔNIOS?

·    Seres espirituais com personalidade e inteligência
·    Inimigos dos seres humanos – Mat.12:43-45
·    Malignos destrutivos estão sob a autoridade de Satanás – Mat.4:10
·    Habitação dos demônios: o AT menciona várias vezes os espíritos malignos
Ø    em animais: Salmo 22.12, 13,16, 21 – Salmo 7.1-2, Salmo 10.9, Salmo 58.4,5 – Salmo 140.3
Ø    em ídolos – Lev.17.7 – Deut. 32.16-17, Salmo 106. 34-38
Ø    embaixo de árvores: 2 Reis 16.2-4, Deut. 16.21, Deut. 20.20, Deut 12.2-3
·    Habitação dos demônios: o NT fala de
Ø    lugares celestiais – Ef. 3.10 e Ef. 6.12
Ø    cemitérios – Marcos 5. 2-3
Ø    lugares desertos  – Mateus 12.43 e Lucas 11.24
·    Estão por trás da idolatria. Adorar ídolos e culto a demônios – I Cor 10:20
·    São parte das potestades malignas – Ef 6:12
·    Podem possuir o corpo de seres humanos e falam através de vozes dessas pessoas – Marcos 5: 15, Lucas 4: 41, 8: 27-28, Atos 16: 18
·    Levam o indivíduo ao pecado, imoralidade e vício.
·    Podem causar doenças físicas, embora nem toda as doenças procedam de espíritos maus: Mateus 9: 32-33 – Mateus 12: 22  – Mateus 17:14-18 – Mateus 4:24 – Marcos 9:17-27 – Lucas 13 11-16 – Lucas 5: 2-13

Curso de Batalha Espiritual            Pr. Ezequias Costa         6
____________________________________________________________

·    Aqueles que se envolvem com espiritismo, magia e feitiçaria estão lidando com espíritos malignos, o que facilmente leva a possessão demoníaca – Atos 13:8-10, 19:19 – Gálatas 5: 20, Apoc.9:20-21.
·    Os demônios estão grandemente ativos em nossos dias, com violência e crueldade. Atacam a palavra de Deus e a Sã Doutrina – Mateus 24: 24 – II Cor. 11: 14-15 – I Tim. 4:1.
·    O anticristo e seus seguidores – II Tess 2:9 – Apoc.13:2-8 – 16:13-14.

4.    JESUS E OS DEMÔNIOS

·    Um dos propósitos da vinda do Senhor Jesus foi subjugar satanás e libertar os que estavam debaixo desse poder: I João 3:8 – Mateus 12:29 – Marcos 1:27 – Lucas 4:18
·    Nos milagres, o Senhor Jesus ataca os poderes demoníacos. Marcos 3:10-11 – 5:1-29 – 9:17-29 – Lucas 13:11-12.
·    Ao expulsar demônios o Senhor Jesus impõe derrota ao reino de satanás – João 12:31 – Col.2:15 – Marcos 3:27 – João 10:10
·    Primeira Batalha de Jesus contra demônios – Lucas 4.33-36

Ø    os demônios têm percepção da batalha espiritual – v.34
Ø    a possessão leva a pessoa a coisas imundas – v.35
Ø    possessos que viviam nos cemitérios – lugar de resto de cadáveres
Ø    os possessos reagiam com convulsão, às vezes violentas – v.35
Ø    homens, mulheres, crianças podem ser possuídos
Ø    o endemoninhado estava dentro da sinagoga e manifestou-se ao final da palavra de Jesus – v.32
Ø    o demônio sabia que Jesus era da cidade de Nazaré – v.34

*    Os demônios nada tem a ver com o Senhor Jesus. Então devem voltar para a escuridão, devem ser expulsos, suas obras devem ser destruídas – -34

Curso de Batalha Espiritual             Pr. Ezequias Costa         7
_________________________________________________________________________

5.    OS CRENTES E OS DEMÔNIOS

·    Nenhum crente, onde o Espírito Santo habita verdadeiramente, pode ficar endemoninhado – II Cor.6:15-16
·    Os demônios podem influenciar pensamentos, emoções e até os atos dos crentes – Mateus 16:23 – Atos 5:3.
·    O Senhor Jesus deu autoridade aos crentes fiéis sobre o poder de satanás e seus demônios – Lucas 9:1 – Mateus 10:1 – Marcos 6:7 – 12:13

Análise de marcos 3:27 – Nossa Luta Contra os Poderes das Trevas

1.   Declarar guerra contra satanás e seu reino das trevas.
2.    Atacar satanás e seus demônios onde eles se manifestarem, pela oração, pela
proclamação da palavra e destruir as armas do engano e da tentação.Lucas 11:20-22.
3.    Apoderar-se de seus bens, isto é, libertar os cativos do inimigo, entregá-los a Deus
para receberem perdão e santificação pela fé – Lucas 11:22 – Atos 26:18.

A ARMADURA E AS ARMAS DA BATALHA ESPÍRITUAL

1.    Armadura significa PROTEÇÃO, RESISTÊNCIA – Efésios 6. 11 e 13

2.    Armas significam TOMAR POSIÇÃO PARA ENFRENTAR O INIMIGO. – ]
2 Coríntios 10.4

3.    Em 2 Coríntios 10.4, o apóstolo Paulo ensina sobre grande oposição que ele estava sofrendo contra sua autoridade apostólica.
Ø    as armas dessa guerra não são materiais, carnais.
Ø    São armas espirituais e poderosas para destruir fortalezas
Ø    Fortalezas são posições de ataque que o inimigo levanta à nossa volta

4.    Nossa disposição deve ser de travar batalhas contra o inimigo que veio para matar, roubar e destruir. Inimigo feroz e cruel.

Curso de Batalha Espiritual                Pr. Ezequias Costa       8
_______________________________________________________________

6..    ARMAS DA BATALHA ESPIRITUAL

Ø    O sangue de Jesus Cristo – Arma de defesa – Êxodo 12. 2-3 e Apocalipse 12.11

Ø    Oração perseverante, jejum constante, oração no Espírito – Armas de ataque – Mateus 17.21 – Marcos 9.29 – Lucas 18.1 – Efésios 6.18

Ø    A Palavra de DEUS – Arma de ataque – A Espada – Efésios 6.17 – Hebreus 4.12 e o exemplo do Senhor Jesus quando tentado por Satanás.

Ø    O Nome do Senhor Jesus Cristo – Arma de ataque – Marcos 16.17 – Atos 9.34 – Atos 16.16-18

Ø    Louvor – Arma de ataque e defesa – 2 Crônicas 20.13-19 e 21-22 – O Cântico da Juíza Débora – Juizes 5

Ø    Unção com óleo – Arma de ataque e defesa – Isaías 10.27 e 1 João 2.27

Ø    Anjos – Apoio –
·    São espíritos ministradores : Hebreus 1.14
·    São numerosos – Hebreus 12.22, Mateus 26.52-53
·    Ajudam nas batalhas: 2 Reis 6.15-17,  2 Crônicas 32.20-21
·    Lutam contra as forças das trevas; Apoc. 12.7-9
·    Trazem respostas às orações dos crentes: Atos 10.3-5, Atos 12.5-9, Atos 27.22-23
·    Trazem conforto aos crentes até na hora da morte:Lucas 22.43, Lucas 16.22, Judas 9

Curso de Batalha Espiritual            Pr. Ezequias Costa          9
_________________________________________________________________________

7.    PASSOS NA BATALHA ESPIRITUAL

1.    Reconhecer que estamos numa batalha contra as forças espirituais do mal – Ef. 6:12

2.   Viver uma vida reta e dedicada a verdade e a justiça de Deus – Rom.12:1-2 –
Efésios 6:14.

3.    Crer que o poder de satanás e de suas hostes pode ser aniquilado onde for o seu
domínio – Atos 26:18 – Ef. 6:16 – I Tess. 5:8.

4.    Reconhecer que os crentes tem armas espirituais poderosas, dadas por DEUS, para destruição das fortalezas de Satanás – 2. Cor. 10.3-5

5.    Confrontar Satanás e o seu poder de modo direto, pela fé e no nome do Senhor Jesus Cristo – Atos 16.16-18

Ø    usar a Palavra de DEUS – Ef. 6.17
Ø    orar no Espírito – Atos 6. 4 e Ef. 6.18
Ø    jejuar – Mateus 6.16 – Marcos 9.29
Ø    expulsar os demônios – Mateus 10.1, 12.28,  17.17-21 – Marcos 16.17 – Lucas 10.17 – Atos 5.16 ,  8.7,   16.18,  19.12.

6.    Orar, com desejo sincero, pelas manifestações dos dons do Espírito Santo de DEUS – 1 Coríntios 12. 4.11

7.    Uma análise teológica de 2Crônicas 32. 1-8 e Isaías 37.36-37 –  “ESTRATÉGIAS PARA VENCER”

1.    Tapar as brechas por onde o inimigo pode penetrar – v.3
2.    Muito povo se ajuntou – v.4
3.    Torres, muros, armas e escudos – v.5 – “  O valor da Intercessão”
4.    Oficiais sobre o povo – v.6
5.    Declarar palavras de ânimo – DEUS ESTÁ CONOSCO –v.7-8
6.    Todos orando, DEUS vai operar – profetas, o rei, o povo. A RESPOSTA  VEM; 1 anjo sozinho destrói 185.000 soldados!!! –  Isaías 37.36-37

Curso de Batalha Espiritual                Pr. Ezequias Costa         10
_______________________________________________________________

BATALHA ESPIRITUAL
AS PARTICULARIDADES DO BRASIL

1.O CATOLICISMO MEDIEVAL DE PORTUGAL

Ø    É tradicional, leigo e familiar.

Ø    Outro catolicismo na Europa: Renovado, Romano, Individual, Clerical.

Ø    Os santos:
– Manteve-se o velho culto dos santos com muitas práticas e superstições da Idade
Média.
– Seres a serem venerados, invocados na hora da necessidade.
– Protege os católicos do terror do mundo dos espíritos.

2.A FAMÍLIA NA CASA GRANDE

Ø    A colonização do Brasil foi feita por famílias: tentaram recriar o país que haviam deixado.

Ø    O senhor da fazenda era o nobre cercado por seus filhos e os negros e índios.

Ø    Criou-se assim o catolicismo “caseiro” com os santos padroeiros e os mortos da família enterrados na mesma capela.

Ø    As igrejas e as capelas usadas apenas em festividades unindo assim a sociedade colonial.

3.AS FESTIVIDADES

Ø    As festas dos santos padroeiros.

Ø    Aspecto religioso e místico.

Ø    Eram um meio para alegrar os escravos, tinham um aspecto profano.

Curso de Batalha Espiritual                Pr. Ezequias Costa        11
_________________________________________________________________________

4.FEITIÇARIA

Ø    O catolicismo de Portugal era uma mistura de influencia africana e o satanismo europeu.

Ø    Em Portugal pessoas religiosas ou não estavam envolvidas, em contato com poderes demoníacos.

Ø    As mulheres praticavam abertamente adivinhações, em contato com poderes demoníacos.

5.O CULTO DOS MORTOS ENTRE OS ÍNDIOS

Ø    Os índios criam e praticam a comunicação com os espíritos dos mortos ancestrais.

Ø    Os índios viviam em um mundo rico de lendas, cerimoniais e crenças espirituais.

Ø    A semeadura, a colheita, a caça, a pesca, a guerra, o ciclo da vida, tudo era antecedido por cerimônias espirituais.

Ø    Os pajés, na verdade bruxos ou feiticeiros eram os responsáveis por tais cerimônias.

Ø    Os índios criam que as florestas eram infestadas de espíritos, que tomavam o corpo de animais, ou membros das tribos, vivos ou mortos.

Ø    Tupã, o deus trovão, herói místico, foi considerado pelos missionários jesuítas, como o Deus cristão.

Ø    As razões das secas, das enchentes, dos desastres, das doenças eram atribuídas aos espíritos maus (demônios).

Ø    Jurupira, o diabo. Saci-pererê, o mensageiro dos mortos. O curupira, protetor dos segredos da floresta.

Ø    Os padres jesuítas não conseguiram destruir essas crenças, até hoje presente na vida do povo simples, nas lendas e nos folclore, temidos com obsessão.

Curso de Batalha Espiritual                Pr. Ezequias Costa         12
_________________________________________________________________________

6.OS DEUSES AFRICANOS

1.    Os escravos não foram totalmente integrados na casa grande dos  senhores portugueses. Criou-se então o Catolicismo Branco e o Catolicismo Negro.
Ø    Participaram da religião, mas como seres inferiores. Os senhores brancos e os escravos não se misturavam nas festividades.
Ø    Os escravos negros através dos seus tambores, estavam ligados à África apesar da distância e do oceano que fazia a separação.

2.    Celebrações. Visavam a toda a Casa Grande. Mas a família do Patriarca raramente se misturava com os escravos. Assim os africanos tinham maiores oportunidades para reproduzir suas expressões culturais e religiosas em suas celebrações

3.    Confrarias. Uma das maneiras de os africanos sobreviverem como nação e de preservarem seus valores foi a organização das Confrarias. Tornaram-se em oportunidade de expressar protesto contra a classe dominadora. Vemos um paralelo muito grande entre Confraria e o Candomblé.  Muitos dos costumes africanos foram revividos nas Confrarias, e foram adulterados, começo o processo de mistura do Catolicismo com as afro-religiões.

4.    O Catolicismo morno e suave  tornou-se o lugar de encontro e confraternização das duas culturas. A Igreja Católica, uma religião de luxo, só cheia de exteriores, facilitou a sobrevivência de muitas práticas das religiões africanas./

5.    A imensa legião de santos da Igreja Católica foi assimilada pelos africanos, que passou a chama-los de orixás. Para cada caso e cada necessidade havia um santo. O mesmo acontecia com os orixás.O Candomblé é o resultado da mistura dos deuses africanos com os santos católicos

Anúncios

5 Comentários

  1. giovannipinto

     /  18 maio, 2012

    Um texto em auxílio nestes dias de apostasia; http://giovannipinto.wordpress.com/2011/11/15/batalhe/

    Curtir

    • Pr. Ezequias Costa

       /  19 maio, 2012

      Amado no Senhorm, obrigado por entrar emcontato. Vamos nos corresponder e compartilhar a Palavra de DEUS. Oro por seu Ministerio. Ore tambem por mim. ABRACO FORTE pr. Ezequias Costa

      Curtir

      • giovannipinto

         /  19 maio, 2012

        Como vai Pr. Ezequias? Muito bom receber sua mensagem… Estarei orando pela sua vida e ministério. Peço suas orações no meu caminhar para a edificação do Reino de Deus que o Senhor confiou a nós Sua Igreja para salvar as almas cativas. Que o Senhor continue sendo a sua vida! Abraço do Gigio…

        Curtir

      • giovannipinto

         /  19 maio, 2012

        Como vai Pr. Ezequias? Muito bom receber sua mensagem… Estarei orando pela sua vida e ministério. Peço suas orações no meu caminhar para a edificação do Reino de Deus que o Senhor confiou a nós Sua Igreja para salvar as almas cativas. Que o Senhor continue sendo a sua vida! Abraço do Gigio…

        Curtir

  2. Amburgues Cesar da Fonseca

     /  14 novembro, 2012

    A Paz Pastor gostaria de receber suas mensagem ip.mrb@ig.com.br

    um abraço pr. cesar

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: