RELATORIO – Viagem a Cuba – parte 1



“Como invocarão aquele em quem não creram? E como crerão naquele de quem não ouviram? E como ouvirão se não há quem pregue?” Romanos 10.14

Cuba é uma ilha, a maior ilha do Mar do Caribe, bem em frente aos Estados Unidos. Seu clima é tropical, com dias ensolarados e quentes, belas praias, como Varadero ao norte e Baracoa ao sul.

O governo de Cuba é centralizado nas decisões do Comitê Central do Partido Comunista, declaradamente ateu. A Revolução Comunista de 1959 levou ao poder Fidel Castro, até hoje reconhecido como “El Comandante”, agora com 85 anos e afastado da Presidência e das decisões do governo por enfermidade. O principal governante do país atualmente é Raul Castro, com 80 anos, irmão de Fidel CAstro.

Todas as igrejas evangélicas foram desapropriadas logo após a Revolução para se tornarem escolas. Mas, aos poucos, o governo devolveu as propriedades, mas com estragos que até hoje continuam a ser reparados. É o caso da Primeira Igreja Batista de Guantánamo. Foi nesta igreja, dirigida pelo pastor cubano Marciano Marcel, que minha mulher e eu estabelecemos o centro de apoio para nosso trabalho em Guantánamo.

As igrejas que existiam antes da REvolução de 1959, e que tinham templos, foram autorizadas a funcionar. Outras que surgiram após aquela data não podem construir templos. Assim surgiram as casas-culto, que são residências que abrigam irmãos e irmãs, os quais muitas vezes se reunem no quintal das casas.

Um exemplo desta situação foi o que encontramos nos arredores pobres da cidade de Guantánamo. Era uma tarde de Terça-feira e fomos visitar a célula, que na sua maioria é constituida de irmaos da terceira idade e que, por ausência de transporte, um dos graves problemas de Cuba, não podem se dirigir à Primeira Igreja.

Naquela tarde de Terça-feira, no quintal, em meio ao cheiro forte de um chiqueiro de porcos e de um galinheiro ali, com a presenca constante de moscas, celebramos a Ceia do Senhor, com louvores e alegria daqueles irmãos.

Você pode ajudar o trabalho em Cuba. Ou sua igreja pode se envolver com a vida daqueles nossos irmaos. Há uma forma segura de enviar ajuda mensal a Cuba. Converse com seu pastor. Depois envie um email para mim, que lhe explicarei como fazer. pr.ezequias@terra.com.br

Continua…

Anúncios
Os comentários estão desativados.
%d blogueiros gostam disto: