A N S I E D A D E

ansiedadeansiedade 2<
Ansiedade
Watchman Nee
“Alegrai-vos sempre no Senhor outra vez digo, alegrai-vos”. (Filipenses 4.4)

Não andeis ansiosos de coisa alguma em tudo, porém sejam conhecidas diante de Deus as vossas petições, pela oração e pela súplica, com ações de graças” (Filipenses 4.5:6).

Este versículo diz que não devemos ficar ansiosos com nada. Já que o Senhor está perto, devemos alegrar-nos já que Ele está perto, não devemos ficar ansiosos por coisa alguma.

Todos nós acreditamos que há muitas justificativas para se ficar ansioso, mas Deus não admite sequer uma única razão para a nossa ansiedade. Toda ansiedade é sem motivo, por isso Deus nos instrui: “Não andeis ansiosos de coisa alguma”.

Podemos argumentar que nossa subsistência, nossos problemas familiares e nossas dificuldades pessoais são preocupações legítimas que geram ansiedade mas a Bìblia diz “Não andeis ansiosos de coisa alguma”. Portanto, nenhuma ansiedade é legítima nem uma sequer é permitida por Deus. Ele proíbe toda ansiedade. Muitos acham que devem preocupar-se com isto, ficar ansiosos por aquilo, supondo que ficar ansioso seja uma espécie de dever. Alguns acham que podem parar de se preocupar com tudo, menos com aquele pequeno detalhe. Será que é mesmo verdade que não devemos ter nem mesmo uma única ansiedade?

Sim, é verdade não devemos ter nem mesmo uma preocupação. Por quê? Porque “perto está o Senhor”. Se nos preocuparmos, isso indica que não confiamos no coração nem na promessa do Senhor. Se Ele está perto e ainda estamos ansiosos, nós estamos duvidando do poder da Sua mão e da bondade do Seu coração. A razão da nossa ansiedade é que não percebemos que o Senhor está perto.

Como podemos ficar livres da anisedade, de uma maneira prática? “Em tudo, porém sejam conhecidas diante de Deus as vossas petições, pela oração e pela súplica, com ações de graças”.

Atenção: há um “porém”! Se seguirmos esse “porém”, tudo estará bem. Quer estejamos sentados, deitados ou andando, podemos fazer o que este versículo nos ensina. Fazer o quê? Falar com Deus de três maneiras: a primeira maneira é a oração a segunda é a súplica, quando fazemos petições específicas, provenientes do nosso coração, para necessidades específicas e a terceira maneira são as ações de graças pelas petições que fazemos diante de Deus.

Enfim, devemos tornar tudo conhecido de Deus através destas três formas. Entretanto, nós não agimos assim se estamos cheios de ansiedade e carentes de alegria.

Como seria bom se colocássemos tudo o que enfrentamos, item por item, nas mãos de Deus! Mas se não agirmos assim, quando surgir a primeira dificuldade, nós a colocaremos sobre nós mesmos. Depois, virão a segunda e a terceira dificuldade e nós também as colocaremos sobre nós. É assim que o fardo vai ficando cada vez mais pesado e nós vamos ficando cada vez menos alegres.

A saída é “Em tudo, porém sejam conhecidas diante de Deus as vossas petições…” Por sermos cristãos, temos esta saída, porque temos o Senhor por perto! Orar é um privilégio do cristão. Nós podemos orar por grandes coisas ou por pequenas coisas, podemos orar por tudo! Podemos clamar por tudo que justifica nossa ansiedade e por tudo que pode causar em nós qualquer preocupação.

Podemos viver livres de todas ansiedade, mas não porque somos naturalmente otimistas, nem porque somos pessoas sem objetivos, que não têm encargo por nada. Somos livres da ansiedade porque temos Aquele em quem podemos confiar, e que carrega todo nosso fardo. É somente por isso que não ficaremos ansiosos de coisa alguma: porque a oração é nossa saída nosso Deus é a nossa saída!

Pr. Ezequias Costa
Email: pr.ezequias@terra.com.br
Site: http://pastorezequias.com
Face: Ezequias Costa

Anúncios
Post seguinte

2 Comentários

  1. Livia

     /  3 março, 2013

    Obrigada por ser mais uma vez veículo de Deus em minha vida! A paz!

    Curtir

  2. hi, i just discovered your blog on google and i must say this blog is great. lista de email lista de email lista de email lista de email lista de email

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: