UM CLUBE CHAMADO “IGREJA” !!

“Ainda que eu falasse as línguas dos homens e dos anjos, e não tivesse amor, seria como o metal que soa, ou como o sino que tine. Ainda que eu tivesse o dom de profecia, e conhecesse todos os mistérios e toda ciência, e ainda que eu tivesse tida a fé, de maneira tal que transportasse os montes, e não tivesse amor, nada seria.” I Coríntios 12:27
UN GOSPEL W ASSAF

Quem vai a um culto, normalmente vai com o objetivo de buscar ao Senhor, de entregar sua vida a um Deus que nos aceita como somos. Um Deus que não olha exteriormente, e sim, interiormente.

Mas infelizmente, hoje, em muitas igrejas, o verdadeiro evangelho está bem distante… Muitos fazem da “reunião de oração” uma das últimas alternativas para “preencher o tempo”, enquanto que as festas e competições são colocadas em primeiro plano. Um grupo não pode ficar uma hora orando no sábado, mas pode passar a tarde, o dia ou até todo o final de semana num evento social onde quem será honrado, é claro, não será Jesus, e sim, as pessoa…

Em relação aos livros e Cds, muitas vezes quem vende mais são aqueles que falam o que os fiéis querem escutar – aqueles que não querendo assustar aos membros criam teoria “mirabolantes” sobre o evangelho tão simples de Jesus.

O resultado dessa falta de compromisso? Quando chega a esse culto alguém que foge aos padrões da igreja, como uma ex-prostituta, só é aceito até certo momento… Na hora em que se entregam a Jesus há festa, alegria, eles próprios sentem-se amados e acham que estão num lugar que realmente é separado do mundo. Acreditam que vão arrumar ali amigos e amigas que nunca relacionarão seu passado com sua vida atual, aliás, que nunca os verão como o mundo os via. Mas acontece o contrário.

Aos poucos, muitos desses começam a ser sutilmente rejeitados, até que completamente excluídos. Estes – os rejeitados – são empurrados e rotulados de “problemáticos”: os “espirituais” preferem mantê-los à distância para não “atrapalharem” seus ministérios…

Um jovem, ex-homossexual,  disse: “Foi muito bom quando estive na igreja, pude sentir o amor que Jesus operou em minha vida; pude ver pessoas realmente comprometidas… mas parecia que tinha que pagar pelo passado, pois toda vez que as pessoas descobriam o que havia sido, sutilmente se afastavam de mim. Os homens tinham medo que eu me apaixonasse por eles e as meninas não acreditavam que Deus realmente poderia ter me mudado. Não fui aceito entre os jovens de minha igreja e preferi voltar para o mundo. Lá, pelos menos meus amigos, que são homossexuais, me aceitam como eu sou, sem hipocrisia de dizer que me amam só na hora do culto…”

Com os mesmos pré-conceitos, embora em situações bem diferentes, muitas pessoas também criticam os artistas quando estes se convertem. Se esquecem que hoje, só o fato de demonstrarem-se interessados por Cristo, pode ser considerado um milagre. Há dez anos isto era raro, não existia. Quem somos nós para determinarmos se a pessoa merece ou não a salvação?

Quando lemos a Bíblia, vemos um Jesus que andava com os pecadores. E os amava! Demonstrava amor com atitudes e não só usava de vãs filosofias como muitos usam hoje em dia.

Na igreja do século 21, quando alguém resolve ser “sal” é taxado de radical ou até louco. Parece que estamos nos esquecendo dos profetas da Bíblia, que sempre foram “radicais” e revolucionavam os lugares por onde passavam. Temos fortes exemplos de Elias, João Batista e Moisés – que venceram a sociedade da época sendo “radicais”!

Críticos de plantão, desçam do “pedestal da prepotência” e não sejam juízes. Não estamos em um clube, mas sim em um campo de batalha dominado por hostes infernais, com um príncipe chamado “satanás”.

É hora de o  clube acabar, dos santos religiosos reconhecerem que são humanos e dependem do Espírito Santo e não de si mesmos. É hora da Igreja remanescente de Jesus se levantar, em oração, jejum, santidade e separação do mundo. É hora do “oba, oba” das festinhas do clube acabar… É hora da Igreja se levantar como a guerreira da oração. Hora de se unir, e não dividir… É hora de unirmos nossas forças contra o avanço do inferno sobre a Terra. É hora de sermos remanescentes!

Temos que olhar as pessoas, como Deus as formou. Ajudando-as a construir sua estima, sua auto imagem. Ame, e não critique. Acolha, e não expulse. Abrace, e não rejeite. Faça do evangelho uma realidade, e não um teatro apresentado dentro de um clube. Faça da sua Igreja Fonte de vida, e não um Tribunal de Justiça. Deixe que Deus, através do Espírito Santo, dite as regras, e não você!

pr. Ezequias Costa

email: pr.ezequias@terra.com.br

site: https://pastorezequias.com/

Face: Ezequias Costa

Anúncios

7 Comentários

  1. Maria Madalena Freitas de Jesus Figueiredo Úria

     /  14 março, 2013

    Quando o sal deixar de ser sal, com que se salgará?
    Bela pregação, querido Primo
    Abraços

    Curtir

  2. Boa tarde aonde o Sr. ministra atualmente ??

    Curtir

    • Pr. Ezequias Costa

       /  17 março, 2013

      Oi, Eduardo, sou membro da IB Renovada no Tremembé…. O que voce precisa??

      Curtir

      • PRECISO DE ORAÇÃO, DEUS TEM CUIDADO MUITO DE MIM, CUIDADO ATÉ DEMAIS, MAS AS TENTAÇÕES SÃO TERRÍVEIS, PRECISO DE ORAÇÃO
        AGRADEÇO DO TEU IRMÃO EM CRISTO DUDA

        Curtir

      • Pr. Ezequias Costa

         /  18 março, 2013

        Duda, irmao e amigo, saiba que a Isabel e eu lembramos bem de voê e, claro, levamos sua vida em orração a DEUS. Sinta-se abençoado. Abração

        Curtir

      • Grato, não tenho dúvida das suas lembranças, na realidade, o que tem me dado força de louvar e adorar o nosso Deus é saber que naquele momento ( horário de culto ) sei que eu tenho irmãos que estão na mesma fé naquele momento, isso tem me ajudado muito, agradeço pelas suas orações.
        Bom dia

        Curtir

%d blogueiros gostam disto: