4ª. VIAGEM MISSIONÁRIA A CUBA – 2014

Isabel na bicitaxi 24ª. VIAGEM MISSIONÁRIA A CUBA

“Viajar a Cuba não é sonhar, embora pareça assim. Chegar é fazer uma segunda viagem de descobrimento.” Assim começa um folheto distribuído aos turistas que chegam a Cuba…

Tudo muito bonito, charmoso, indescritível.

Os carrões que já saíram de linha há mais de 50 anos ainda continuam rodando pelas cidades… Na falta de peças de reposição, combalidos os Buicks, Cadillacs e Oldsmobiles são reparados com chapas de latão, tocos de madeira, ou o que o dono tiver à mão…

Na verdade, existem duas Cubas: uma para os turistas verem, com resorts em praias paradisíacas e hotéis luxuosos, pagos com dólar ou euro… outra Cuba, para os cubanos, que vivem do fraco desempenho da economia cubana, onde tudo é importado, de comida a peças de computadores…

Os cubanos vivem com a ração mensal de arroz, açúcar, café, gasolina, etc, que acaba ao final de quinze dias… e tudo deve ser pago com o fraco peso cubano, que se recebe com o salário pago pelas empresas estatais todo mês…Sim, porque em Cuba há duas moedas. Uma para os salários, o peso cubano, e outra, o peso conversível, que só os turistas e viajantes podem trocar por dólar ou euro.

E no resto do mês, o que fazer para conseguir alimento? Leite? Só para crianças. Carne de vaca? Ninguém acha… só para os estrangeiros nos hotéis de luxo…. Até papel higiênico é um artigo de luxo. Sabonetes, desodorantes, ninguém tem… A pergunta é como vivem os cubanos?

Criou-se em Cuba o sistema de desvios outro nome para roubo.
Alguém desvia de sua empresa algo como alimento, vende para sua vizinhança, que assim obtém o necessário para passar o mês. Quem recebeu troca pela moeda forte, conversível, e vai ao supermercado, ou shopping (chamados de tiendas), e compra o que dá… e vão vivendo…

Transporte da população é uma lástima… Não há ônibus suficientes então usa-se um caminhão, fechado, que leva na carroceria a população como se fosse gado. Ou então carroças puxadas por cavalo; é o cavalo-taxi… ou para distancias menores, entra a criatividade dos cubanos, a bici-taxi, que se vê nas cidades menores… Quanto ao mais usa-se burro ou jumento para fazer o que se necessita…5 transporte em caminhao

(CONTINUA)

Anúncios
Os comentários estão desativados.
%d blogueiros gostam disto: