A VIDA DE JÓ

A VIDA DE JÓ

Imaginemos…

Imagine você com 7 filhos e 3 filhas, gente bonita, alegre, feliz… De repente, num dia sinistro, todos morrem ao mesmo tempo.

Imagine você bem colocado na vida, com bens, casa, carro, apartamento na praia… De repente, de uma hora para outra, no meio de uma crise mundial, você perde tudo, fica com as mãos abanando…

Imagine que você tivesse a seu serviço, ou ao serviço de sua empresa, muitos empregados. De repente, todos se afastam e você fica sem ninguém. Ninguém, mesmo.

Imagine que você é bastante saudável, boa saúde, pratica até algum esporte. E que num dia de tragédia você se levanta de manhã e percebe que está sofrendo de uma enfermidade muito grave: elefantíase, lepra, câncer de pele, ou outra tão ou mais terrível. Seu corpo se transforma numa chaga só, da cabeça até os pés. E você no desespero começa a raspar as feridas, que cheiram muito mal, com um caco de telha.

Imagine que você é uma pessoa muito conhecida, viajada, bem relacionada no meio da sociedade e dos negócios. Sem explicação, de repente, você perde todos os seus amigos e conhecidos.

Imagine que no meio dessa tragédia só restou seu cônjuge. Depois de toda essa angústia e provação, num acesso de mau humor seu cônjuge dissesse a você: “Ainda continua justo? Por que você não amaldiçoa DEUS e morre?” Jô 2.9

Você se lembra que sempre foi correto em seus negócios, nunca ficou devendo nada aos bancos e outras empresas, fiel com suas amizades, um caráter íntegro e ainda temente ao DEUS Todo Poderoso. E, ainda, em sua igreja você participava como obreiro, dirigindo até cultos de oração e de estudos bíblicos. Você pensa: “Como isso foi acontecer comigo?”

O que eu faria se isso tivesse acontecido comigo?

 Mandava a vida às favas e cometeria suicídio?
 Falaria mal de DEUS?
 Xingaria, Blasfemaria?
 Duvidaria da existência de DEUS?
 Outra coisa?

Conclusão: Muitas vezes, DEUS permite que passemos por grandes provações. Mas, ao final, quando olhamos para trás, percebemos que aqueles dias sombrios foram tempo de grande aprendizado e de comunhão com o Senhor. Aprendemos de forma prática que as adversidades da vida podem ser um sinal do amor do Pai por seus filhos.

Lembrando: O sofrimento não é um tema popular em nossa civilização, mas é parte REAL da vida. Por todo o hospital pelo qual passamos nos diz que o sofrimento é real. As sirenes das ambulâncias que soam até de madrugada nos dizem que o sofrimento é real. As lágrimas que correm pelo nosso rosto na hora da dor e da morte nos dizem que o sofrimento é real. MAS, DEUS CUIDA DE NÓS…

Quando nos sentirmos fracos, DEUS virá no momento mais escuro da nossa vida para nos ensinar que não dependemos das circunstâncias para viver. ELE irá mostrar que se encontra no CONTROLE de todas as situações. O sofrimento, muitas vezes, é o anúncio de milagres que estão para chegar.

Portanto, quando estivermos atravessando provação ou tribulação vamos lembrar que DEUS pode usar essas experiências para nosso bem. Ao final da provação, poderemos dizer como Jô: “Eu sei que meu Redentor vive e, por fim, se levantará sobre a terra.” – Jô 19.25

Pr. Ezequias Costa
Email: pr.ezequias@terra.com.br
Site: http://pastorezequias.com

Anúncios
Post anterior
Os comentários estão desativados.
%d blogueiros gostam disto: