A CURA DA CULPA

A CURA DA CULPA
“Então, aquele servo, prostrando-se, reverenciava seu credor dizendo: ‘Senhor, sê generoso para comigo, e tudo te pagarei’. Então, o senhor daquele servo, movido de íntima compaixão, soltou-o e perdoou-lhe a dívida”. Mateus 18.26-27

Temos que admitir que não é fácil pedir perdão. Também não é fácil perdoar. Nem é fácil sentir-se perdoado.

Nosso texto fala de um devedor que tinha uma dívida enorme, impagável. Rogou ao seu credor que tivesse compaixão, que no tempo certo ele tudo pagaria. Mas como pagar se tudo era uma dívida enorme? Era impagável…

O credor então teve compaixão e perdoou-lhe a dívida. Perdoado, o devedor sai da audiência e encontra um colega seu. Este colega devia uma pequena quantia. O devedor, agora no papel de credor, não tem a mínima compaixão. Agarra seu devedor pela garganta e exige o pagamento de imediato.

Alguns pontos a analisar neste ensino de Jesus. Qual o tamanho de nossa dívida com DEUS? E se DEUS nos perdoa… joga nossos pecados no fundo do mar….esquece….Então, por que temos tanta dificuldade em perdoar? Tanta dificuldade em sentir-se perdoado?

Achamos que DEUS é justo e vai aplicar a lei do olho-por-olho, dente por dente. Há a lembrança em nossa memória da imagem de nosso pai, severo, pronto a nos castigar. Vem o nosso instinto de sobrevivência: como DEUS vai agir comigo? Aparecem dúvidas teológicas que escondem feridas íntimas….

Recordamos, agora, a oração do Pai Nosso quando somos lembrados de 3 necessidades básicas: o pão de cada dia, a proteção diária e o perdão de cada dia.

Perdoar é considerar a dívida esquecida, cancelada, desaparecida, sem mais cobrança…Se nosso adversário, Satanás, vier nos acusar devemos dizer-lhe para procurar nosso Advogado, o Senhor Jesus….

Cinco Passos para o Perdão
1. Reconhecer os sentimentos que temos guardado;
2. Concordar com DEUS que isso é culpa, é pecado;
3. Encarar aquilo que está em nosso coração como culpa nossa;
4. Confessar nosso pecado a DEUS e a outra pessoa que ofendemos;
“Confessai as vossas culpas uns aos outros e orai uns pelos outros, para que sareis”. – Tiago 5.16
5. Arrepender-se, mudar sua mente, mudar sua atitude.
Tudo isso chama-se CATARSE. A catarse visa produzir MUDANÇA. Os cultos em nossas igrejas têm esta função: MUDAR. Nosso íntimo, nossas atitudes, nossas respostas.
Você concorda?? Escreva-me

Pr. Ezequias Costa
Email: pr.ezequias@terra.com.br
Site: http://pastorezequias.com

Anúncios
Post anterior
Os comentários estão desativados.
%d blogueiros gostam disto: