NATAL SEM PAPAI NOEL E SEM ÁRVORE DE NATAL

Natal sem Papai Noel e sem Árvore de Natal
Ezequias Costa

Sabemos que Jesus nasceu antes da morte de Herodes, em fins de março e princípios de abril do ano 750 do Império Romano. Mas achar a data exata não é fácil. Pode-se fixar a data de nascimento de Jesus com base no censo de Cirino, que deu oportunidade à viagem de José e Maria para Belém. (Lucas cap. 2 versos 1 a 7) Mas os estudiosos ainda discutem a data do recenseamento, que não teria coincido com a data do nascimento de Jesus.

Como então se chegou ao dia 25 de dezembro como data do nascimento do Senhor Jesus? Observou-se que o dia 25 coincide com a celebração romana do “Sol Invictus”, instituída pelo Imperador Aureliano para lembrar o fim do solstício de inverso, 21 de dezembro. No século IV, João de Nicéia, para convencer os armênios a aceitarem a festa do Natal, escreveu que o Papa Júlio (337-52) havia introduzido essa festa na Igreja Romana. Seja como for, o dia do nascimento de Jesus ainda é incerto. O único dado autêntico é que a festa do Natal na Igreja Católica coincide, fantasticamente, com uma festividade pagã.

A árvore de Natal
Os ramos dos pinheirinho, uma das poucas árvores que permanecem verdes mesmo no pior inverno, eram usados pelos bárbaros do norte da Europa para afastar os maus espíritos das outras árvores para permitir que elas também continuassem verdes durante o inverno.

Seu uso pelos cristãos ocorreu quando São Bonifácio, cortando a machadadas um carvalho que os bárbaros saxões consideravam sagrado, instituiu o pinheiro como decoração para as festas de Natal.

Mas, a Palavra de DEUS é bem clara quando proíbe árvores junto ao altar do Senhor, porque os povos pagãos da terra de Canaã usavam árvores para, embaixo delas, depositarem as suas oferendas de feitiçaria e bruxaria. (Deuteronômio cap. 17, verso 21 e Deuteronômio cap. 12, verso 2).

O Papai Noel
Uma das lendas mais conhecidas na Europa sobre Papai Noel é a do bispo que queria ser santo. Contam que ele, Nicolau, costumava sair à noite escondido por um enorme capuz vermelho e coberto pela barba e pelo bigode, para não ser reconhecido. Ao morrer, um anjo reconheceu suas ações e lhe disse que, para ser santo, deveria voltar à terra e praticar incógnito milagres e boas ações.

Outra versão liga Papai Noel a duendes do folclore escandinavo que distribuiam brinquedos para as crianças, montados em pequenos cabritos. Papai Noel seria então o chefe desses duendes.

Mas, nem todos os personagens que deram origem a Papai Noel foram essencialmente bondosos. Um outra versão diz que sua origem está no deus nórdico, Odin, que passava durante o inverso, montado num cavalo mágico, distribuindo prêmios às crianças comportadas e castigo para as crianças desobedientes…

Ao chegar aos Estados Unidos, no século 17, levado pelos holandeses, Papai Noel se torna popular, ganha as longas barbas brancas e as roupas vermelhas, E TOMA O LUGAR DE JESUS NO NATAL…

Os presentes de Natal
Os primeiros presentes foram dados a Jesus por magos e foram: ouro, incenso e mirra, sinais de realeza, divindade e sofrimento (Mateus cap.2 versos 11 e 12). Hoje, com vistas a aumentar seus lucros, cada vez mais as lojas incentivam a compra de presentes, muitas vezes até desnecessários.

Os presentes foram oferecidos a Jesus, e ainda hoje O Senhor da vida espera de você um presente PARA ELE: a sua vida meu caro leitor. Não se deixe iludir por falsas ideologias que reduzem o Natal de Jesus a celebrações pagãs, sem sentidos, e a comilanças.

Liberte-se da prisão a que esta visão de Natal nos tem prendido. Não se submeta a um colonialismo de idéias. Liberte-se em nome de Jesus.

Fórum de discussões:
Você vai comemorar o Natal? Porquê?

Ezequias Costa é pastor

Anúncios
Os comentários estão desativados.
%d blogueiros gostam disto: