FERINDO-SE

FERINDO-SE.

Autor: Ezequias Costa

“E, noite e dia, sem repouso, perambulava por entre os sepulcros e pelas colinas, gritando e ferindo-se com lascas de pedras”. – Marcos 5. 5

Este capítulo do evangelho de Marcos descreve a complicada situação de certo homem, de quem não sabemos o nome, atormentado por demônios. Vivia em meio a sepulturas, comendo restos de cadáveres.

Logo que o Senhor Jesus desce do barco, este pobre homem vem ao seu encontro. Segue-se, então, uma bizarra descrição deste personagem. Vivia entre sepulturas, ninguém o podia segurar. Já o haviam acorrentado de mãos e pés, mas ele arrebentava as correntes. Ninguém tinha força para segurá-lo.

Ao avistar Jesus, ele corre ao encontro do Senhor. Aos berros, o homem diz que não quer contato com o Senhor, o qual deseja libertá-lo da prisão espiritual em que se encontra.

Quero chamar a sua atenção para a descrição que o evangelista Marcos faz deste coitado. Diz-nos que o homem morava naquele local solitário, em companhia de cadáveres e agredia-se ferindo-se com lascas de pedra.

Fiquei a pensar que muitas vezes nós mesmos agimos de modo semelhante, ferindo-nos, querendo destruir a nossa própria vida. São os ódios que guardamos em nosso interior. Ódios contra nossos irmãos, nossos parentes, às vezes pais e mães.

Outras vezes abrigamos em nós mágoas que foram causadas por amigos ou ex amigos, das quais não conseguimos nos libertar, e que dia e noite vão nos dilacerando como se fossem lascas de pedra…

Que falar do abuso de remédios para dormir, verdadeiras drogas que viciam e causam dependência, noite após noite. Ou do uso do celular com internet. Os facebooks da vida, que nos levam a lugar algum e que nos transformam em zumbis, vagueando entre mortos. Nem percebemos, e a vida vai passando e nada vemos, nem levantamos a cabeça…

Estamos nos ferindo, cada dia mais, como aquele homem tomado por um espírito imundo. Aonde vamos parar?

Mas, a história contada por Marcos tem um final feliz. Jesus está perto e liberta da opressão aquele homem. Também nós temos o Senhor Jesus perto e  Ele pode nos trazer libertação. De nós mesmos, de nossos ódios, nossos vícios, de amarguras e tristezas, de fantasias que criamos, de nossas dependências…

Causou profundo temor para os habitantes daquela região quando chegaram e observaram aquele homem, agora com roupa limpa, assentado e em perfeito juízo. E nós, podemos desfrutar de tal mudança?? O que dirão aqueles que nos veem??

Pr. Ezequias Costa

Email: pr.ezequias@terra.com.br

Site: http://pastorezequias.com

Anúncios

ÓLEO NOVO

ÓLEO NOVO.

Autor: Ezequias Costa

“TU aumentaste a minha força como a força do boi selvagem; derramaste sobre mim óleo novo.” – Salmo 91.10

Símbolo do Espirito Santo de DEUS, o azeite era usado para ungir reis, profetas e sacerdotes. Foi usado também na unção do tabernáculo levantado no deserto, e também para ungir todas as partes e instrumentos usados na adoração, naqueles distantes tempos do Antigo Testamento.

Veja que o autor deste Salmo dá ênfase à unção com Óleo Novo, significando um novo suprimento da Graça do Senhor sobre o Seu ungido.

É interessante notar que o Rei Davi foi ungido três vezes, em três diferentes momentos de sua vida:

1. Ungido pelo profeta Samuel, no meio de sua família – 1 Samuel 16.13;

2. Ungido pelos anciãos de sua tribo, Judá, e recebido como rei – 2 Samuel 2.4;

3. Ungido pelos anciãos de todo o Israel, reconhecido como rei sobre as 12 tribos – 2 Samuel 5.3.

Vejo aqui progresso em sua vida, como rei escolhido pelo Senhor, ainda quando no meio de sua família, foi chamado de detrás das ovelhas de seu pai para ser o Rei-Pastor de toda a nação de Israel.

Temos também que considerar que 3 tipos de pessoas que recebem unção:

1. O rei Saul, uma pessoa de ontem com uma unção de ontem;

2. O profeta Samuel, uma pessoa de hoje, que tem o óleo novo e deseja ouvir a voz de DEUS e

3. O rei Davi, uma pessoa que deseja receber a unção renovadora, com óleo novo, óleo fresco, a cada passo de sua vida.

Essas pessoas, como Davi, tem visão espiritual, buscam sempre a força renovadora do Senhor para suas vidas, reconhecem as novas misericórdias do Senhor  a cada manhã, querem confirmação do Senhor na obra que estão executando e buscam sempre novas alegrias.

Esses ungidos com Óleo Novo florescem como a palmeira e crescem como o cedro do Líbano, porque estão plantados na casa do Senhor. Mesmo na velhice ainda darão frutos, permanecerão viçosos e verdejantes, para proclamar que o SENHOR é BOM. Salmo 92, versos 12 a 15

Posso sugerir que você pare esta leitura e entre na Presença gloriosa do nosso DEUS e peça, agora mesmo, essa unção como Óleo Novo, para uma força renovadora em sua vida, força que vem do Espírito Santo de DEUS. Amém??


Pr. Ezequias Costa
email: pr.ezequias@terra.com.br
site: http://pastorezequias.com

HOMEM CHORA??

HOMEM CHORA??

Autor: Ezequias Costa

“E Eliseu firmou a sua vista, e fitou o olhar em Hazael, até se envergonhar; e chorou Eliseu, o homem de DEUS”. 2 Reis 8.11

Eliseu, o profeta, era conhecido pelo povo de todas as camadas como “o homem de DEUS. Da mesma forma, o mais alto tributo que se pode prestar a um pastor é ser ele conhecido como um “homem de DEUS”.

Menciono aqui cinco características desse “homem de DEUS”:

  • Manter comunhão íntima e constante com DEUS; conhecer a DEUS e ser conhecido por Ele;
  • Ser um homem santo, totalmente separado da lassidão religiosa e moral de seus dias e dedicado ao Senhor;
  • Sentir, como DEUS, os pecados do povo e  opor-se à idolatria e à apostasia reinante;
  • O Espírito do Senhor está sobre ele e o capacita a falar com autoridade espiritual, como representante de DEUS e a proclamar com fidelidade a palavra do Senhor;
  • Como profeta de grande estatura espiritual e de dons, seu Ministério vai ser confirmado pelo Senhor.

Numa revelação espiritual, Eliseu viu que Hazael se tornaria rei da Síria e que cometeria terríveis atrocidades contra Israel. Ele chora pelo sofrimento do seu povo devido a sua apostasia.

Como verdadeiro homem de DEUS, Eliseu sente profundo pesar por DEUS, agora desprezado pelo Seu povo. Também sente pesar pelo próprio povo que agora vai sofrer castigos pesados pelos seus pecados.

De modo semelhante, o Senhor Jesus chorou por Jerusalém (veja Lucas 19.41) e o apóstolo Paulo chorou pela igreja (veja Atos 20: 28-31).

As palavras do profeta Eliseu não justificam a futura crueldade de Hazael, que de fato aconteceram, mas meramente descrevem as práticas selvagens de seres humanos depravados em tempos de guerra.

E você, por quais motivos tem derramado lágrimas? O que você tem aprendido nestes momentos de dor?? Homem também chora?

Pr. Ezequias Costa

Email: pr.ezequias@terra.com.br

Site: http://pastorezequias.com

%d blogueiros gostam disto: